fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

O alerta de Inocência Roubada

O cinema já abordou diversas histórias sobre violência sexual contra crianças. Muita gente prefere nem ver. Outras acham importante conhecê-las como um alerta. É o meu caso. São histórias poderosas, muito bem filmadas, indicadas ou vencedoras de prêmios. Estreou essa semana nos cinemas  o filme francês Inocência Roubada, que também trata da história.

O filme foi selecionado para a mostra Un Certain Regard do Festival de Cannes, além do Festival de Deauville e de Hamburgo. Venceu também dois César, melhor adaptação e atriz coadjuvante (a sempre ótima Karin Viard). Inocência Roubada é baseado em uma história real vivida pela própria atriz, bailarina e diretora Andréa Bescond. A produção é uma adaptação de um espetáculo de dança, que foi uma das formas encontradas por ela para se libertar dos traumas sofridos na infância. Assim acompanhamos a história de Odette, uma menina de 8 anos que adora dançar e desenhar. Por que ela deveria desconfiar de um amigo de seus pais que se oferece para “fazer cócegas” nela? Anos depois, já adulta, Odette percebe que foi abusada e mergulha de corpo e alma em sua carreira como dançarina ao tentar lidar com seu passado.

A história é poderosa, e especialmente a relação da menina, e depois da mulher, com seus pais. Entretanto, o filme poderia ter rendido mais se a diretora não cortasse a narrativa para inserir momentos de dança, com o objetivo de demonstrar seus sentimentos. Poderia ter sido bem melhor.

Além de Inocência Roubada, fica aqui a dica de outros três bons filmes com esse tema, que valem uma olhada.

Spotlight – Segredos Revelados

O filme, disponível na Claro Vídeo,  venceu o Oscar de melhor filme. É uma história real e também perturbadora sobre um grupo de jornalistas que investiga o abuso de crianças por padres católicos, acobertados pela Igreja. Eles conseguem reunir documentos que podem provar os crimes cometidos e o envolvimento de líderes religiosos que tentaram ocultar os casos. O elenco é brilhante: Michael Keaton, Rachel McAdams, Mark Ruffalo, Brian D’Arcy James, Liev Schreiber. Vale conhecer!

Graças a Deus

O filme estreou nos cinemas há poucas semanas e também trata do abuso de crianças por padres. baseado numa história real.  Alexandre Guérin, François Debord e Emmanuel Thomassin foram vítimas do padre Bernard Preynat, da arquidiocese de Lyon, na França. Os três denunciaram os abusos sofridos entre 1986 e 1991, quando eram menores de idade, apenas em 2015. Por meio da criação da associação La Parole Liberée mais de 70 vítimas denunciaram os abusos sofridos.

O filme começa contando a história de  Alexandre (Melvil Poupaud), que mora em Lyon com sua esposa e filhos. Um dia ele descobre por acaso que o padre que abusou dele quando era escoteiro ainda está trabalhando com crianças. Ele decide agir e logo se juntam a ele duas outras vítimas do padre, François (Denis Ménochet) e Emmanuel (Swann Arlaud). Eles se unem para “levantar o fardo do silêncio” a respeito dessa experiência dolorosa. Mas as repercussões e consequências não deixarão ninguém ileso.

Preciosa – Uma História de Esperança

Baseado na história real descrita no livro de Saphire. Conta a história de Claireece “Preciosa” Jones de 16 anos. Grávida de seu próprio pai pela segunda vez, ela não sabe ler nem escrever e sofre abuso constante nas mãos de sua mãe. Instintivamente, Preciosa vê uma chance de mudar de vida quando tem a oportunidade de ser transferida para uma escola alternativa. Sob a orientação firme e paciente de sua nova professora, Sra. Rain, Preciosa começa a viagem da opressão para autodeterminação. O filme ganhou dois Oscars, de roteiro adaptado, e de coadjuvante para Mo’Nique, que levou tudo na categoria naquele ano.

Fotos de divulgação

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

A gente já viu essa história muitas vezes. O romance improvável entre estudantes ricos e pobres numa escola para milionários. Recentemente Elite fez muito...

Streaming

Houve um tempo em que Renny Harlin dirigiu grandes filmes de ação. É o caso de Risco Total e Duro de Matar 2, por...

Streaming

Eu não conhecia o romance Um Cavalheiro em Moscou. Mas me interessei pela adaptação na série do mesmo nome, que estreou ontem (17) no...

Cinema

Filmes de fantasia, que pretendem atingir crianças e adultos, podem acertar no tom, ou não. Várias versões erraram no tom. É o caso de...

Streaming

Bridgerton é uma delícia. Gosto muito das duas primeiras temporadas. A primeira tem cenas bem quentes, a segunda é mais sensual, com um jogo...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Pobres Criaturas, que estreia no cinema nesta quinta, concorre a 11 Oscars. Se o Oscar fosse justo (pouco provável), levaria a maior parte deles,...

Streaming

Essa semana no Gotham Awards, Rachel McAdams concorria ao prêmio de  atriz coadjuvante por sua atuação em Crescendo Juntas. Ao procurar quando o filme...

Cinema

A gente vem acompanhando há algum tempo como se fosse uma novela os bastidores de The Flash. Especialmente  com todos os problemas com Ezra...

Cinema

Já faz muito tempo que a gente ouve falar de uma possível sequência de Os Fantasmas se Divertem, mais conhecido como Beetlejuice. Mas agora...

Premiações

As surpresas foram poucas no Emmy 2022. Acho que só mesmo o prêmio de coadjuvante para Sheryl Lee Ralph, que, aliás, deu um show...

Séries

Os filmes de Hulk feitos antes da fase 1 da Marvel são praticamente esquecidos pelo estúdio. Pra quem não se lembra tivemos dois filmes...

Premiações

Hollywood Critics Awards dividiu seus prêmios entre TV e streaming. Afinal, várias séries que estreiam aqui diretamente no streaming passam lá no cabo e...

Cinema

Com todo aquele amor que Hollywood dedicou ao filme Parasita (com todos os prêmios), era natural que o diretor Bong Joon Ho logo fosse...