fbpx

Novas tensões e sustos em Um Lugar Silencioso – Parte 2

Em 2018, eu fiquei extremamente impressionada com Um Lugar Silencioso (disponível no Paramount Plus). Toda a tensão, o uso do som (ou a falta dele), mostravam um filme diferente de tudo. Inclusive o escolhi como o melhor daquele ano (eu e a BBC, rs). Quando a Paramount anunciou que teria uma sequência, fiquei pensando quais caminhos seriam escolhidos. Afinal o primeiro era tão redondinho! Um Lugar Silencioso – Parte 2 foi o primeiro grande filme a ser adiado por causa da pandemia. Depois de um ano e meio de espera, ele chegou. Estreia nos cinemas nesta quinta (22). Vale ser visto, especialmente no cinema, onde o som e a imagem envolvem você totalmente.

O filme começa com um flashback, o dia 1. A vida está normal, e toda a pequena cidade está num jogo. É quando os monstros começam a chegar. É uma sequência perfeita. Impossível não pular na cadeira! Confirma o grande talento de John Krasinski não só como ator, mas também como diretor. A partir daí, o filme retorna para o imediato momento pós-final do primeiro. A família Abbott precisa enfrentar os terrores do mundo exterior. E também tem que continuar a luta pela sobrevivência em silêncio.  Mas, eles não estão mais sozinhos nessa história. E vão enfrentar separados momentos de grande perigo.

A crítica

Já aviso: o filme vai lhe dar vários sustos. Também aviso: ele não tem a intensidade e nem a novidade do primeiro. Mas, de qualquer maneira, está na minha lista dos melhores que já vi este ano. Tem muito suspense (o flashback é fantástico).Dá a oportunidade para a ótima Millicent Simmonds (que é surda na vida real) a brilhar  como a protagonista da história. Aliás, é preciso falar do elenco. Millicent, Emily Blunt, Noah Jupe estão excelentes novamente. John Krasinski aparece pouco – só no flashback –, mas mesmo assim deixa sua marca. Cillian Murphy e Djimon Hounson entram para o elenco, e são competentes, como sempre.

 

É difícil competir com um filme tão perfeito quanto o primeiro. John Krasinski, que também é o dono da ideia desse segundo roteiro, faz algo que normalmente eu não gosto. Ele separa o núcleo, ou seja, divide a família. Mas, mesmo assim, o filme funciona. E muito. Os monstros continuam aterrorizantes, a história continua envolvente. É um prazer de ver!

Um Lugar Silencioso – Parte 2 foi um enorme sucesso nos Estados Unidos. A Paramount inclusive já anunciou um terceiro filme, sem Krasinski na direção e sem Emily Blunt. Mas tudo bem! A grande verdade é que os dois Um Lugar Silencioso já abriram um universo fascinante pronto para ser mais explorado. E eu quero ver!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *