fbpx

Liam Neeson, Micheál Richardson, e outros pais e filhos do cinema

 data-srcset

Pela primeira vez, Liam Neeson vai contracenar com seu filho Micheál Richardson (a mãe era a falecida Natasha Richardson) no cinema. O rapaz de 25 anos já fez algumas pequenas participações no cinema, e esteve na série Big Dogs. Agora ele e Liam Neeson estarão juntos no filme Made in Italy como … pai e filho. Nele, Robert (Liam Neeson) é um artista boêmio de Londres que retorna à Itália com seu filho distante Jack (Micheál Richardson) para fazer uma venda rápida da casa que eles herdaram da sua falecida esposa. A estreia está prometida para agosto, mas nesses tempos, é esperar para ver. Pelo trailer, parece bem simpática.

Mas Hollywood têm vários bons filmes onde pais e filhos contracenam. Não, não vou mencionar Will Smith e Jaden Smith em Depois da Terra. Estamos falando de bons filmes, rs. Veja aqui alguns exemplos:

Natasha Richardson e Vanessa Redgrave

A mãe de Micheál, Natasha Richardson, já tinha feito isso com sua mãe, a premiada Vanessa Redgrave. O filme era Ao Entardecer, de 2007. Elas faziam mãe e filha. Em seu leito de morte, Ann Grant (Vanessa) têm recordações do seu verdadeiro amor, Harris Arden (Patrick Wilson). Quando era jovem, Ann ( Claire Danes) viveu um curto romance com Harris, que conheceu no casamento de sua melhor amiga. Mas o namoro acabou quando ele terminou tudo para se casar com outra mulher. Enquanto Ann revive memórias de seu passado, suas filhas (Natasha e Toni Colette) tentam lidar com a doença terminal da mãe.

Mamie Gummer e Meryl Streep

Nesse mesmo filme, Mamie Gummer e sua mãe Meryl Streep também estavam no elenco. A diferença é que Mamie fazia o papel de Meryl mais jovem. Só que esse não foi o único. Recentemente, Mamie e Meryl foram mãe e filha em Ricki and the Flash: De Volta para Casa, disponível em video on demand – Apple TV e Google Play.

Martin Sheen, Charlie Sheen e Emilio Estevez

Martin Sheen fez vários filmes contracenando com os dois filhos famosos. Com Emilio, destacam-se os dois filmes dirigidos pelo filho,  O Caminho e Bobby. Já com Charlie, eles foram pai e filho num dos filmes mais importantes da carreira dele,  Wall Street: Poder e Cobiça, disponível na Apple TV, Google Play e Microsoft.

Kirk Douglas, Michael e Cameron Douglas

Pai, filho e neto, Kirk, Michael e Cameron Douglas fizeram um filme juntos, que ainda tinha a mãe de Michael ( e ex de Kirk), Diana Douglas. O título é Acontece nas Melhores Famílias, e foi feito em 2003. A história envolve três gerações de uma bem sucedida família de Nova Iorque, cada um tem de lidar com um problema diferente, sendo destacada as dificuldades da relação de pai e filho. Na história bem próxima à vida real, Kirk é Gromberg Mitchell, que tenta lidar com problemas de saúde resultantes de um acidente vascular cerebral. Seu filho, Alex (Michael), trabalha como advogado na empresa que seu pai fundou, mas é questionado sobre a utilidade do seu trabalho e o seu lugar na família. Já o filho de Alex, Asher (Cameron) é um adolescente rebelde, não leva os estudos a sério e tenta preencher sua vida com sexo, drogas e rock’n’roll.

Donald Sutherland e Kiefer Sutherland

Donald e Kiefer apareceram recentemente juntos no faroeste de 2016, O retorno de John Henry (disponível na Looke). Na história, Kiefer é um pistoleiro que abandona sua vida de assassinatos e volta para casa quando descobre que sua mãe morreu. Ele é forçado a confrontar seu distante pai (Donald) e a vida que deixou para trás. Os dois já tinham feito parte do mesmo filme, Tempo de Matar (disponível na Amazon), mas não tinham cenas juntos.

Kate Hudson e Kurt Russell

Eles não são pai e filha de sangue. Mas Kurt Russell é reconhecido por Kate Hudson como pai já que a cria desde que ela tinha quatro anos, quando se casou com a mãe dela, Goldie Hawn. Os dois fizeram juntos Horizonte Profundo: Desastre no Golfo – disponível na Netflix e no Telecine. Baseado em uma história real, sobre um dos piores vazamentos de petróleo na história dos EUA, onde os trabalhadores embarcados lutam para escapar com vida do terrível acidente. A cena final entre Kate e Kurt é emocionante.

Brendan Gleeson e Domhnall Gleeson

Brendan Gleeson já fazia parte do universo de Harry Potter como Alastor “Mad-Eye” Moody. Só que no momento em que estavam buscando um ator ruivo para o papel do irmão de Ron Weasley, Bill, ele sugeriu seu filho, Domhnall. Ele conseguiu o papel e apareceu nos dois últimos filmes da saga: Harry Potter e as relíquias da morte Partes 1 e 2 (disponíveis na Netflix e no Telecine). Os dois até tiveram uma cena juntos.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *