fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Ricki and the Flash traz Meryl Streep de volta aos cinemas

Não compartilho essa admiração incondicional que a maioria das pessoas ter por Meryl Streep. Acho até que na maioria dos dramas ela funciona muito bem, cheguei até mesmo a torcer por ela quando foi indicada (e ganhou) o Oscar recentemente por A Dama de Ferro. Já nas comédias…

Uma coisa sempre me incomoda quando assisto às várias comédias estreladas por ela. Um tique/truque, de balançar os braços, sempre parecendo que vai perder o equilíbrio. Repare bem. Ou seja, quando faz comédia, Meryl sempre parece que tomou umas a mais. (Ok, já podem me crucificar! Rs). Isso se repete na estreia deste fim de semana nos cinemas, Ricki and the Flash: De Volta para Casa. Na primeira metade do filme, isso é uma constante. Apesar de que nesse caso, a personagem pode realmente estar alterada. Mas, de qualquer forma, aí entra o exagero que nem o ótimo diretor Jonathan Demme conseguiu evitar.

Na história, Meryl é Ricki, uma cantora que abandonou a família anos antes para viver o sonho de se tornar uma cantora de rock. Hoje em dia, ela está sem dinheiro e canta num lugar totalmente decadente com sua banda de velhinhos. Mas um dia recebe uma ligação de seu ex-marido dizendo que a filha tentou se matar depois que o marido a deixou. É o momento de retorno da mãe pródiga, que vai provocar risos, lágrimas e raiva em todos os envolvidos.

No final, ao assistir o filme, você vai dar algumas risadas, se emocionar em algumas cenas e até se identificar com outras situações. Num elenco que inclui os premiados Kevin Kline e Audra MacDonald, aqueles que mais me impressionaram foram os mais inesperados. Mamie Gummer, a filha de Meryl que faz o papel de filha de Meryl, está ótima como a mulher enlouquecida depois de ter sido abandonada. E principalmente, Rick Springfield. Quem não se lembra de Jessie´s Girl? Depois de um tempo sumido, ele tem conseguido dar um interessante “reboot” com papéis dramáticos como na segunda temporada de True Detective e especialmente aqui. Como o guitarrista sempre apaixonado por Ricki, ele consegue passar a ternura de alguém que já passou por tudo na vida mas ainda consegue se entregar totalmente a um grande amor. Nem mesmo as evidentes plásticas exageradas em seu rosto conseguiram estragar isso.

Ricki and the Flash: De Volta para Casa não é um filme inesquecível e nem está entre os melhores momentos do diretor, de Meryl e de Kevin Kline, que eu adoro. Mas vale conhecer…

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Premiações

Todas as vezes que fui para a Nova York aproveitei para ver espetáculos de teatro. Adoro os dramas, as comédias (sempre com alguém de...

Streaming

É um momento difícil para escolher  quais streamings se deve ter em casa. Netflix, Amazon, Globoplay, Disney Plus, Belas Artes a La carte, Apple...

Premiações

Normalmente, eu incluo os esnobados do Globo de Ouro na matéria sobre os indicados. Mas dessa vez, foram tantas surpresas, que eu resolvi fazer...

Cinema

Assim como eu, Ryan Murphy é um grande fã de musicais da Broadway. Ele já demonstrou isso especialmente em Glee, que fez várias homenagens...

Premiações

Além da adaptação à situação da pandemia, o Emmy desse ano já havia anunciado algumas mudanças. Uma delas foi expandir o número de indicados...

Cinema

Pela primeira vez, Liam Neeson vai contracenar com seu filho Micheál Richardson (a mãe era a falecida Natasha Richardson) no cinema. O rapaz de...

Cinema

Jennifer Hudson tem uma história daquelas de Cinderela – sem príncipe, rs. Ela, que começou sua carreira no coro da igreja, era uma das...

Streaming

A cada dia, vários apresentações musicais são feitas ao vivo pelo YouTube ou por outras plataformas. E para quem gosta dos musicais da Broadway,...