fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Feliz aniversário, Jerry Lewis!

Jerry Lewis sempre foi uma figura muito presente na minha infância. Seus filmes passavam sempre na Sessão da Tarde. Na época, eu obviamente não entendia a sua genialidade como comediante. Mas ele me fazia rir muito. E, ontem à noite, separando os vídeos para ilustrar esse texto, me  peguei rindo novamente das mesmas cenas que vi tantas vezes. Esse é o toque de gênio, que continua  a divertir mesmo depois de todos esses anos. Este mestre da comédia completa hoje (16) 90 anos. E este texto a seguir é apenas um pequeno agradecimento por todos os momentos inesquecíveis que ele me proporcionou.

Resultado de imagem para jerry lewis movies

O início foi difícil na sua carreira, quando formou a dupla inesquecível com Dean Martin  e os dois muitas vezes não tinham nem onde dormir.  Isso é contado em detalhes no excelente livro escrito por Jerry e James Kaplan, Dean and Me: A Love Story, que infelizmente não foi lançado no Brasil (existe na Amazon em inglês). Ali é possível ver com clareza a relação de irmãos – que se amam, competem entre si, se odeiam e se admiram – que Jerry e Dean tinham. Estavam juntos no rádio, em nightclubs. Quando entraram para o cinema, foi um enorme sucesso. Fizeram 16 filmes e foram campeões de bilheteria  por vários anos seguidos durante os anos 50.

Só que brigas e ciúmes acabaram levando ao rompimento. Jerry ficou deprimido mas voltou a trabalhar rapidamente em seu primeiro filme solo, O Delinquente Delicado. Ele continuou a fazer alguns de seus trabalhos mais autorais, como O Terror das Mulheres e, é claro, o seu grande momento, O Professor Aloprado, ambos dirigidos e estrelados por ele.  Vieram vários outros como O Mocinho Encrenqueiro (1961), Errado pra Cachorro (1963), O Bagunceiro Arrumadinho (1964), só para citar alguns.

O Bagunceiro Arrumadinho

Mas conforme foi ficando mais velho, Jerry resolveu fazer um projeto pessoal, um drama, chamado The Day the Clown Cried. Poucos viram o filme, e Jerry guardou a única cópia disponível em seu cofre pessoal, liberando-o para ser visto pelo grande público somente em 2025. Ele sempre se negou a falar sobre a produção, que levou a fama de maldito. Mas em 2009, deu uma entrevista à Entertainment Weekly e finalmente  disse que tinha muito orgulho do filme mas que  a fama dele cresceu tanto que não seria correto  com todos os envolvidos lançá-lo agora.

Depois, em 1982 ele voltou ao drama fazendo um papel muito próximo dele mesmo em O Rei da Comédia, dirigido por Martin Scorsese. Sua atuação foi muito elogiada e chegou até a concorrer ao BAFTA. Depois fez muita televisão até voltar ao drama em 2013, com Max Kane, lançado no Festival de Cannes mas nunca exibido nos cinemas. Recentemente esteve no filme brasileiro Até que a Sorte nos Separe 2, numa participação como o Bellboy, de seu filme O Mensageiro Trapalhão. E este ano vai estrear The Trust, um drama com Nicolas Cage, que sempre se declarou grande fã de Jerry.

Com Robert DeNiro em O Rei da Comédia

O talento e a genialidade de Jerry demoraram para ser reconhecidos nos Estados Unidos. Lá ele sempre foi somente o cara engraçado. Foi na França que o reconheceram como um dos grandes gênios da comédia de todos os tempos. A maior prova disso pode ser vista em alguns destes vídeos que selecionei abaixo. Além disso, o Telecine Cult está homenageando os astro com três filmes: às 18 horas com Boeing Boeing (1965), seguido de duas de sua parcerias com Dean Martin, O Biruta e o Folgado (1952) e Morrendo de Medo (1953), que foi o último filme de Carmem Miranda. Vale  muito a pena!

Para começar, um dos momentos do grande clássico de Jerry: O Professor Aloprado (1963). Divertido, inteligente, e Jerry em sua melhor forma. Esqueça a refilmagem grosseira de Eddie Murphy. Esta é o máximo!

Artistas e Modelos (1955) é meu filme favorito da fase Martin e Lewis. E tem também uma de minhas cenas preferidas entre as mais engraçadas que já vi no cinema. Jerry e Shirley MacLaine, com um timing perfeito, e hilariantes. ADORO!

https://www.youtube.com/watch?v=sBxbe4lzJ48

Jerry também dirigiu O Terror das Mulheres, um de seus momentos mais brilhante como realizador. Veja só essa cena. JERÔNIMO!!!!

Aqui é possível ver a química com Dean Martin em uma cena exemplar de O Meninão (1955), refilmagem divertidíssima de Querida Suzana. Impossível não rolar de rir.

Quando eu era menina , este era meu filme favorito de Jerry, Bancando a Ama-Seca. Jerry tem que cuidar sozinho de trigêmeos. Pode ser mais engraçado??

Outra cena clássica da carreira de Jerry, esta de Errado pra Cachorro (1963). Tão brilhante quanto a de Chaplin com os pães ou Fred Astaire com o cabideiro. Simplesmente genial e hilária!!

Um dos momentos mais emocionantes da carreira de Jerry não foi em um filme. Foi durante um evento do Teleton em 1976. Foi o reencontro público entre Jerry e Dean Martin depois de anos. “Orquestrado” por Frank Sinatra, deixou os dois visivelmente emocionados. Jerry declarou anos mais tarde que esse foi um dos momentos mais emocionantes de sua vida. E que vida!!

Update: Hoje, 20 de agosto, Jerry Lewis faleceu aos 91 anos. Mais uma vez, obrigada por fazer as tardes de minha infância tão felizes !!

Resultado de imagem para jerry lewis movies gif

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Séries

A gente sabe que a vida do boxeador Mike Tyson daria uma boa novela mexicana. Não só pela infância  – e adolescência – difícil....

Cinema

A gente já se acostumou com os montes de filmes de Natal que a Netflix lança todos os anos. E depois veio a Amazon...

Cinema

Esse com certeza eu não vou perder! Hoje(30) saiu a confirmação que Jake Gyllenhaal e Oscar Isaac vão estrelar um filme que vai contar...

Moda

Está oficialmente aberta a Temporada de Premiações com o tapete vermelho do Festival de Cinema de Palm Springs. O festival teve sua noite de...

Premiações

Daqui a uma semana vai começar a temporada de premiações com a entrega do Globo de Ouro (5). Depois virão o Critics Choice Awards(12)...

Premiações

Imagino a festa que deve estar acontecendo hoje na casa de Adam Sandler. Isso porque ele sempre foi crucificado pela maioria dos críticos. Eu...

Cinema

Eu sempre admirei o talento de Jennifer Lopez. Não só como dançarina e cantora (tirando o melhor de uma voz limitada), mas especialmente como...

Cinema

Esse ano a Netflix quase chegou lá no seu objetivo de conquistar um Oscar com Roma, de Alfonso Cuarón. No Oscar 2020, a empresa...