fbpx

Dê uma chance a Questão de Tempo!

O pôster de Questão de Tempo nos cinemas já havia chamado minha atenção. O fato que era estrelado por Rachel McAdams, uma atriz que adoro, mas que nunca conseguiu um status de grande estrela , também.  Mas realmente não esperava que o filme fosse tão bonito. Outro ponto forte: diferente da maioria das comédias românticas (ou dramas românticos- afinal o filme tem um pouco de tudo), Questão de tempo não é um filme que afasta os homens. Muito pelo contrário. A relação entre pai e filho é um dos pontos altos  e com certeza vai envolver o público masculino.

Tim e o pai se preparam para viajar no tempo

Quando faz 21 anos,  Tim (Domhnall Gleeson) recebe uma estranha notícia de seu pai ( Bill Nighy). Todos os homens da família têm a habilidade de viajar no tempo e fazer mudanças (ou não) na própria vida. Isso, é claro, faz com que o desajeitado Tim saia em busca de seu objetivo principal: arrumar uma namorada. Mas as coisas acabam não sendo tão fáceis como ele esperava. Somente quando ele se muda para Londres e conhece a bela Mary (Rachel McAdams) é que ele se esforça (várias vezes) para conquistar a moça. A história dos dois é linda e divertida.

Mas, como na vida real, a história não é feita somente de momentos divertidos. E Tim enfrenta alguns problemas como uma doença e um acidente na família, passando por situações  onde aprende que talvez a melhor alternativa seja não tentar mudar o passado. Esse é outro destaque de Questão de Tempo. Mostrar que as coisas mais simples podem ser as mais importantes. Especialmente aqueles momentos que envolvem a relação entre Tim e o pai.

Rachel McAdams

Desnecessário falar sobre como Rachel McAdams está ótima e perfeita no papel. Afinal isso é o normal. Mas é interessante ver Bill Nighy naquela que talvez seja sua melhor atuação. Aqui, ele sai daquele personagem desiludido e rebelde que nos acostumamos a ver. Torna-se terno e uma figura paterna  em que você consegue acreditar.  O destaque do filme, entretanto, (e sua maior surpresa) é Domhnall Gleeson como Tim. Feio e desengonçado a princípio, ele se torna apaixonante e interessante a ponto de fazer você acreditar que uma mulher como Mary/Rachel McAdams se apaixonará por ele. Quem diria que o garoto de Harry Potter ou o caipira Levin,  de Anna Karenina, poderia fazer isso…

Além disso, o filme tem roteiro e direção de Richard Curtis. O nome dele pode não lhe dizer grande coisa, mas com certeza  os nomes  de seus filmes anteriores dirão : Quatro Casamento e um Funeral, Um Lugar Chamado Notting Hill (roteiro) e Simplesmente Amor (roteiro e direção). Precisa dizer mais alguma coisa?

Dê uma chance a Questão de Tempo. Você vai rir muito, se emocionar demais e pode até chorar um pouquinho. Mas vai sair do filme querendo muito aproveitar a vida!

Eliane Munhoz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *