fbpx

Conhecendo A Galeria dos Corações Partidos

A Galeria dos Corações Partidos era um daqueles filmes que iam ser lançados quando a primeira onda da pandemia chegou. Sempre quando os filmes iam mudando de data porque os cinemas não abriam, este era sempre um dos primeiros mencionados, juntamente com Tenet, Mulan, e Fúria Incontrolável. Desses, até agora, somente Tenet foi lançado nos cinemas. A Galeria dos Corações Partidos acabou indo direto para as plataformas digitais, onde estreou no fim de novembro. Esse provavelmente será o destino de filmes do gênero daqui em diante.

Muita gente guarda lembranças deixadas pelo fim de relacionamentos. Alguns mantém fotos, brinquedinhos, livros e os acumuladores emocionais que guardam tais objetos. É o caso de Lucy (Geraldine Viswanathan, da série Miracle Workers). Após ser abandonada pelo seu último namorado, Lucy se motiva a criar a Galeria do Coração Partidos. Com isso, ela pretende incentivar um movimento e um novo começo para todos os românticos e inclusive para ela própria. Para fazer isso, ela conta com a ajuda de seu novo amigo Nick (Dacre Montgomery, de Stranger Things). O que ambos não imaginavam, ou talvez tentavam fugir desse fato, é que estariam encantados, um pelo outro. Bem, só eles não imaginavam, porque para qualquer pessoa que já assistiu uma comédia romântica, isso já era bem óbvio. Rsrs!

A crítica

Eu confesso que quase desisti da filme na primeira meia hora. Isso porque Lucy é muito chata- e sujinha também. Rsrs. Ela faz coisas que provocam a vergonha alheia total. Não dá nem pra sentir pena. Mas resolvi continuar, e esperar para ver o desenvolvimento da história de Lucy e Nick. Depois disso, o filme melhora, fica com mais cara de comédia romântica. A calma de Nick deixa Lucy mais tranquila, e por consequência, o público.

Entretanto, A Galeria dos Corações Partidos tem um grave problema: há pouca química entre Geraldine e Dacre. Os dois são bons, mas como casal… Você não acredita neles, não acredita nesse romance. E o filme se ressente disso. Não há momentos muito engraçados também. O melhor e mais divertido personagem acaba sendo o menor dos coadjuvantes: Nathan Dales, que faz Jeff. Ele fica todo o tempo em silêncio. E então, quando é entrevistado,  desata a falar.

Entretanto, o filme tem várias participações especiais. talvez seja porque Selena Gomez é produtora executiva. Entre elas, Suki Waterhouse e Bernadette Peters. Se você viu Hamilton, também irá reconhecer Phillipa Soo, que faz a amiga gay, Nadine. E, é claro, tem um detalhe que gostei bastante. Nova York  é  praticamente um personagem da história . Só isso já fez valer a pena assistir A Galeria dos Corações Partidos. O filme está disponível exclusivamente para aluguel e compra nas plataformas digitais. São elas: Apple TV (iTunes), Google Play, Looke, Microsoft Films & TV (Xbox), NOW, Oi Play, PlayStation Store, SKY Play e Vivo Play.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *