fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Batman faz 30 anos. Como estão os atores?

Há 30 anos, praticamente não havia filmes de super-heróis. Isso, além, é claro, dos filmes de Superman, com Christopher Reeve. Foi então que a DC resolveu investir num filme com seu outro personagem de primeira linha dos quadrinhos: Batman. Todo mundo tinha a lembrança da série divertida dos anos 60, com Adam West. Então foi com grande choque que recebeu o Batman, de Tim Burton, em 1989. Michael Keaton era um Bruce Wayne atormentado, enquanto Jack Nicholson fez história com um Coringa histriônico, e ao mesmo tempo assustador. O filme foi um enorme sucesso de bilheteria nos cinemas. E, além disso, ainda um estouro de vendas no mercado de vídeo, que vivia seu auge no início dos anos 90. Olhando hoje, o filme envelheceu bastante.

Até hoje alguns consideram que Michael Keaton foi o melhor Batman de todos – li isso em algum lugar ainda essa semana. Pessoalmente, discordo. Para mim, o melhor foi Christian Bale, assim como os três filmes de sua fase. Só que é impossível negar a importância daquele primeiro Batman que comemora hoje (23) trinta anos de seu lançamento. Se temos hoje um universo tão eclético de super-heróis, deve-se muito a ele. Mas como está o seu elenco e seu diretor depois de todo esse tempo? Veja aqui:

Michael Keaton – Bruce Wayne/ Batman

Michael era conhecido por comédias leves quando Tim Burton o escolheu para ser Batman. Milhares de cartas foram enviadas ao estúdio (pré redes sociais) contra sua contratação. Na época, o diretor disse que Michael era o único ator que poderia ser alguém com aquele tipo de personalidade obsessiva do personagem. No final, ele acabou sendo um sucesso, e inclusive voltou para uma sequência – Batman: O Retorno.

Depois disso ele fez os mais diversos tipos de filmes. Desde comédias tontinhas como Eu, Minha Mulher e Minhas Cópias, até o ótimo drama real Ao Vivo de Bagdá. Ele voltou ao primeiro escalão com Birdman, pelo qual foi indicado ao Oscar. Birdman venceu entretanto na categoria principal, assim como o seu filme seguinte, o estupendo Spotlight : Segredos Revelados. Ele foi o vilão em Homem-Aranha: De Volta ao Lar (mas não voltará em Longe de Casa). Esse ano ele esteve no pouco apreciado Dumbo (que eu gostei), e atualmente está filmando What is Life Worth, um drama com Stanley Tucci.

Jack Nicholson – Coringa

Quando foi chamado para ser o Coringa em Batman, Jack já era um dos mais respeitados atores de Hollywood. Tinha inclusive já dois Oscars em casa. A princípio, Jack hesitou em aceitar o papel, e os produtores foram atrás de Robin Williams. Diz a lenda que Robin aceitou, e então retornaram para Jack dizendo que se ele não fizesse, Robin seria o Coringa. Jack aceitou (Robin Williams ficou possesso), e ao ganhar uma porcentagem da bilheteria, acabou recebendo 60 milhões de dólares pelo filme. Na época, foi o maior salário pago a um ator por um filme.

Depois disso, ganhou mais um Oscar, com Melhor é Impossível, concorreu outras vezes, e fez seu último filme em 2010 – Como Você Sabe, com Reese Witherspoon. Ele estava programado de fazer seu retorno aos cinemas na versão americana do filme alemão Toni Erdmann, mas com a mudança do diretor, saiu do projeto. Jack fez 82 anos em abril.

Kim Basinger – Vicky Vale

Kim foi uma das mais belas atrizes de Hollywood. Depois de ser um Bond Girl – em Nunca Mais Outra Vez – ela conseguiu uma carreira de grande sucesso. Ficou muito famosa com o sucesso de Nove semanas e meia de Amor. Ela era a escolha inicial para o papel de Vicky Vale, o interesse romântico de Bruce Wayne. Mas problemas de agenda impossibilitaram as coisas. Sean Young (Blade Runner) foi contratada então. Só que numa cena onde Vicky está cavalgando, a atriz feriu a espinha, e teve que sair da produção. Foi então que finalmente, conseguiram Kim para o papel.

Depois ela conheceu Alec Baldwin no set de Uma Loura em Minha Vida, e os dois se casaram e tiveram uma filha, Ireland Baldwin. Ela ficou meio afastada do cinema, e só voltou em Los Angeles: Cidade Proibida, pelo qual ganhou o Oscar de coadjuvante. Entretanto, depois disso, os bons papéis começaram a rarear. Algumas exceções foram 8 Mile: Rua das ilusões, Sentinela, e Celular: Um Grito de Socorro. Recentemente, foi Helena em Cinquenta Tons mais Escuros.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

A gente já viu essa história muitas vezes. O romance improvável entre estudantes ricos e pobres numa escola para milionários. Recentemente Elite fez muito...

Streaming

Houve um tempo em que Renny Harlin dirigiu grandes filmes de ação. É o caso de Risco Total e Duro de Matar 2, por...

Streaming

Eu não conhecia o romance Um Cavalheiro em Moscou. Mas me interessei pela adaptação na série do mesmo nome, que estreou ontem (17) no...

Cinema

Filmes de fantasia, que pretendem atingir crianças e adultos, podem acertar no tom, ou não. Várias versões erraram no tom. É o caso de...

Streaming

Bridgerton é uma delícia. Gosto muito das duas primeiras temporadas. A primeira tem cenas bem quentes, a segunda é mais sensual, com um jogo...

Você também pode gostar de ler

Cinema

A gente vem acompanhando há algum tempo como se fosse uma novela os bastidores de The Flash. Especialmente  com todos os problemas com Ezra...

Cinema

Já faz muito tempo que a gente ouve falar de uma possível sequência de Os Fantasmas se Divertem, mais conhecido como Beetlejuice. Mas agora...

Cinema

Faz três meses que James Gunn e Peter Safran assumiram a direção do projeto cinematográfico da DC. E desde então  mostraram que a ideia...

Streaming

Christian Bale para mim é um dos melhores atores da atualidade, se não for o melhor. Dessa forma,  quando vi que a Netflix ia...

Streaming

Nesse mês de janeiro, a coisa está um pouco mais parada na Netflix (pelo menos por enquanto). Mas tem O Pálido Olho Azul, que...

Cinema

David O. Russell dirigiu um filme que eu adoro chamado Trapaça (está no Paramount Plus). Concorreu a 10 Oscars, mas acabou levando zero para...

Premiações

As surpresas foram poucas no Emmy 2022. Acho que só mesmo o prêmio de coadjuvante para Sheryl Lee Ralph, que, aliás, deu um show...

Premiações

Hollywood Critics Awards dividiu seus prêmios entre TV e streaming. Afinal, várias séries que estreiam aqui diretamente no streaming passam lá no cabo e...