fbpx

A Turma da Mônica chega aos cinemas num filme com atores

Todo mundo que nasceu nos últimos cinquenta anos no Brasil foi de alguma maneira influenciado pelas histórias da Turma da Mônica. Alguns foram alfabetizados pelas revistinhas,  as meninas aprenderam que não precisavam baixar a cabeça para os meninos. No final, todos podiam se relacionar com esses personagens. Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali eram crianças como qualquer uma, sem super-poderes, com defeitos e virtudes. Durante todo esse tempo em que os personagens criados por Maurício de Sousa ficaram conhecidos  por todos, eles nunca foram vistos em carne e osso. Sempre como desenhos de revistinhas ou ainda animados na TV e no cinema. Só que agora isso mudou. Turma da Mônica: Laços, que estreia nos cinemas esta semana, traz pela primeira vez os personagens desse universo tão especial com gente de carne e osso. Ou seja, atores fazendo Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali em suas aventuras no bairro do Limoeiro.

A história

A história é baseada numa HQ do mesmo nome. Sim, Cebolinha continua bolando planos infalíveis, Mônica continua dando lições nele, Cascão foge da água, e Magali come melancia. Mas agora todos se juntam com um objetivo comum, localizar o Floquinho. O cãozinho verde (sim, ele também é verde no filme) desapareceu de sua casinha, e ninguém sabe o que aconteceu. Os quatro amigos terão que enfrentar seus maiores medos para encontrá-lo no meio de uma floresta cheia de perigos.

A produção, dirigida por  Daniel Rezende, é muito bem cuidada. Desde o uso das cores, das locações, assim como as diversas referências que todo o mundo que já leu o gibi vai reconhecer. Na sessão de imprensa, era possível ver várias pessoas realmente emocionadas com a história.  Mas, o que eu achei?

A crítica

É difícil dizer se as crianças de hoje vão embarcar numa história tão inocente como é o caso aqui. Ela é fofinha, e o apelo de envolver o Floquinho para ter uma identidade maior ainda com as crianças, é perfeito. Apenas creio que há um momento em que a fluência da história tem um queda. É quando o Louco, feito muito bem por Rodrigo Santoro, aparece. Por mais artística que seja a cena, é longa e chatinha, especialmente para as crianças.

Fora isso, as aventuras funcionam. No elenco, Giulia Benite (Mônica), Kevin Vechiatto(Cebolinha), Laura Rauseo (Magali) e Gabriel Moreira (Cascão) têm resultados variados. Alguns mais forçados que outros, em certos momentos invocam aquele “recitar ” de diálogos tão comum no cinema brasileiro.  Mas funcionam bem. Tem a idade certa, e ainda são umas gracinhas.

E, no final…

Como fã da Turma da Mônica, e de Maurício, que dá uma de Stan Lee no filme, torço para que o filme dê certo, tenha sucesso. A concorrência no período é dura, com Toy Story 4 em sua segunda semana nos cinemas, e a estreia de Pets: A Vida secreta dos Bichos 2. Espero sinceramente que o povo por aí ainda tenha a inocência suficiente para curtir essa turminha tão incrível !!

Fotos de divulgação

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *