fbpx

Os melhores momentos de Eva Green

Eva Green é uma atriz que é sempre intensa, além de sempre linda. Hoje(12) estreia no cinema um novo filme estrelado pela atriz, Baseado em Fatos Reais, onde ela atua ao lado de Emanuelle Seigner, sobre o relacionamento doentio de uma escritora com sua fã.  Nele, as duas são dirigidas por Roman Polanski. É o retorno de Eva ao cinema francês depois de mais de 10 anos só fazendo filmes falados em inglês. Para quem não sabe, ela é francesa, nascida em Paris, filha da também famosa atriz, Marlene Jobert.

Aproveitando o lançamento do filme, que tal relembrar os momentos mais inesquecíveis da carreira de Eva? Veja abaixo:

A estreia aconteceu pelas mãos de um dos grandes diretores de nosso tempo, Bernardo Bertolucci. Ele viu Eva no teatro e a convidou para fazer Os Sonhadores, como um dos três jovens que estão em Paris na época das manifestações estudantis de 1968. Na época, Bertolucci disse que ela era tão linda que era indecente.

Imagem relacionada

Ela marcou como Bond Girl, afinal Bond ficou realmente apaixonado por ela em 007 – Cassino Royale. A química da atriz com Daniel Craig foi fora do comum, e o filme acabou se tornando um dos maiores sucessos de bilheteria da história de 007. Tanto que a lembrança de seu personagem ainda persiste até hoje nos filmes do agente britânico.

Imagem relacionada

Eva brilhou na TV pela primeira vez em Camelot, a minissérie sobre a história do Rei Arthur e do Mago Merlin. Como Morgana, ela era de longe a melhor coisa da série.

Imagem relacionada

Esse também foi o caso em 300: A Ascensão do Império. Como Artemisia, ela conseguiu satisfazer um desejo antigo que era estrelar um filme de ação. Segundo Eva, a personagem “foi a mais forte, durona e corajosa que já fiz na vida”. As cenas de lutas que se tornam quase um ato sexual entre ela e Themistocles (Sullivan Stapleton, de Blindspot) são ótimas.

Resultado de imagem para eva green 300

Ninguém sabe fazer uma mulher fatal como Eva. Então quando Robert Rodriguez e Frank Miller resolveram filmar Sin City: A Dama Fatal, ninguém mais poderia ficar com o papel de Ava Lord dos quadrinhos.

Resultado de imagem para eva green sin city

O Lar das Crianças Peculiares é outra prova de como Eva se torna importante para um filme. Nesse caso, a partir do momento em que a atriz sai de cena, o ritmo cai e o filme deixa de atrair a atenção. Esse é o segundo filme dela com Tim Burton – o primeiro foi Sombras da Noite – , que ela considera um de seus diretores favoritos.

Mas em minha opinião, nada supera a atuação da atriz como Vanessa em Penny Dreadful. A série teve três temporadas e a personagem foi crescendo graças ao talento da atriz. Há um episódio na segunda temporada chamado The Nightcomers, em que há várias cenas entre Eva e Patti LuPone. É para ver de joelhos – as duas estão incríveis e a química é perfeita. Apesar de pesada e assustadora, vale conhecer a série!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *