Os melhores do cinema no primeiro semestre de 2018

Normalmente, faço só uma lista, no final do ano, dos melhores filmes que foram lançados no cinema. Mas acabava deixando muita coisa boa de fora, então em 2018, resolvi também fazer a lista dos melhores do primeiro semestre. Quais serão que vão conseguir se manter na lista dos 10 melhores de 2018, que eu vou publicar em dezembro? Difícil saber, já que ainda deve vir muita coisa boa por aí. Então dê uma olhada:

10 – Trama Fantasma – 22 de fevereiro

Filme despedida de Daniel Day Lewis, Trama Fantasma ( veja a crítica) é inesperado, e elegantíssimo – ganhou o Oscar de figurino). A direção é de Paul Thomas Anderson.

Resultado de imagem para phantom thread

9 – Eu, Tonya – 15 de fevereiro

O filme (veja a crítica) não foi indicado ao Oscar, mas tem uma edição primorosa e ainda Margot Robbie, que merecia o Oscar de melhor atriz,  e Allison Janney, que levou o dela de coadjuvante, arrebentaram.

8 – O Destino de uma Nação – 11 de janeiro

Torci muito por Gary Oldman no Oscar por sua interpretação de Winston Churchill, e ele ganhou! O filme (veja a crítica) é o perfeito complemento para um dos melhores do ano passado, Dunkirk.

Resultado de imagem para o destino de uma nação

7 – A Forma da Água – 01 de fevereiro

O grande vencedor do Oscar deste ano era muito bom, mas realmente não fez com que me apaixonasse – daquele jeito de querer ver várias vezes. Ainda assim, é um belo exemplo de mistura de vários gêneros no cinema (veja a crítica).

Resultado de imagem para the shape of water

6 – The Post: A Guerra Secreta – 25 de janeiro

Ele não teve o reconhecimento que deveria, apesar de ter sido indicado ao Oscar de melhor filme. Mas, na minha opinião The Post é brilhante, um dos melhores de Steven Spielberg, com diálogos maravilhosos e excelentes atuações de Meryl Streep e Tom Hanks (veja a crítica)

5 – Vingadores: Guerra Infinita – 26 de abril

Filme de super-herói pode estar entre os melhores do ano (veja a crítica)? Com certeza! Juntar todos esse grandes astros, dar momentos para cada um deles brilhar, e ainda fazer uma história envolvente, com certeza, merece o destaque. E ainda teve aquele final para deixar a gente aguada, esperando pela sequência ano que vem…

Resultado de imagem para avenger infinity war

4 – Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi – 15 de fevereiro

Pouca gente viu, mas é um filme excepcional sobre o racismo no sul dos Estados Unidos na época da II Guerra Mundial ( veja a crítica). Graças a seu trabalho, Rachel Morrison se tornou a primeira mulher a concorrer ao Oscar de fotografia. Seu trabalho é primoroso.

3 – Tully – 24 de maio

Charlize Theron é sempre brilhante, sempre de tirar o fôlego. Para esse filme ela engordou 25 quilos para fazer essa mulher que entra em depressão após o parto. Mackenzie Davis, entretanto, como a jovem babá, não fica atrás. Além disso, o filme envolve, e tem um final surpreendente (veja a crítica)!

Resultado de imagem para tully

2 – A Morte de Stalin – 07 de junho

Uma inteligente comédia de humor negro sobre a morte do sanguinário ditador da União Soviética, e a luta pelo poder durante seu enterro. Falando assim pode parecer improvável, mas faz a gente rir muito (veja a crítica)!

1 – Um Lugar Silencioso – 05 de abril

Um filme de terror/suspense quase sem diálogos. Sim, esse foi o melhor do ano até agora em minha opinião. Impossível não ficar tenso durante todo o tempo, com as incríveis atuações de Emily Blunt e John Krasinski, também diretor. Simplesmente excelente (veja a crítica)!

Mas ainda havia outros. Ficaram de fora ainda da lista original, Desobediência, Viva: A Vida é uma Festa, A Noite do Jogo e Deadpool 2. E, apesar de não assistir todos os filmes brasileiros que chegam ao circuito, também  resolvi fazer uma menção honrosa ao filme nacional Paraíso Perdido. Ele não teve grande sucesso , mas merece ser descoberto.

Por outro lado, não tive um “pior do ano” ainda. Vários me decepcionaram como por exemplo Han Solo: Uma História Star Wars. Outros realmente me deram vontade de levantar e sair no meio, como Lady Bird e Pequena Grande Vida (mas fiquei até o final!). Só que aquele filme realmente horroroso, ainda deve estar por vir.

Agora é esperar pelos próximos seis meses e ver quem mais vai brilhar nas telas do cinema!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *