fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Mudbound é um filme poderoso que vale ser conhecido!

A segunda guerra mundial continua a fascinar o mundo do cinema. Entre os indicados ao Oscar, dois deles – Dunkirk e O Destino de uma Nação – concorrem ao prêmio de melhor filme. Mudbound: Lágrimas sobre o Mississipi, que estreou hoje nos cinemas, merecia também estar nessa lista – muito mais do que Corra! ou Lady Bird –  e também conta uma história que apesar de não ter a guerra como tema principal, ela com certeza tem um papel muito importante no que vai acontecer com esses personagens.

Imagem relacionada

O filme se concentra em várias histórias, e é narrado por diferentes personagens. Ele começa com dois irmãos (Garrett Hedlund e Jason Clarke) tentando enterrar o pai num terreno cheio lama embaixo de uma chuva poderosa. Só que logo volta no tempo para justificar o que fez com que os dois chegassem àquela situação. Baseado no livro de Hillary Jordan, a história desenrola-se após a Segunda Guerra Mundial e segue uma mulher  que se muda com o marido para a fazenda dele no Mississipi. Lá encontram uma família negra que trabalha no local há várias gerações. Lutando contra a  terra, o tempo, o preconceito, essas duas famílias terão suas histórias reunidas ao receber dois veteranos da guerra, um negro e um branco, que retornam para viver no local, ainda regido por leis que estabeleciam limites entre brancos e negros.  Mas estas duas famílias estão perpetuamente atoladas nas lamas brutais das seus próprios conceitos sobre si mesmos e sobre a ordem hierárquica e um preconceito profundamente enraizado.

O filme tem um pouco de tudo: racismo, guerra, violência, solidariedade entre mulheres, e principalmente aborda um tema pouco visto no cinema. O retorno dos soldados negros que lutaram pelo país na II Guerra, para casa, onde ainda havia muito preconceito. Ronsel (Jason Mitchell) conheceu uma vida diferente na Europa, mas retorna para sua terra onde nada mudou, ainda sob domínio dos racistas da KKK. O motivo da volta é a sua família, a mãe, Florence (Mary J. Blige, somente ok) e Hap (o fantástico Rob Morgan, esse sim, que merecia uma indicação) e os irmãos, que lutam para conseguir juntar dinheiro com o objetivo de conseguir uma vida melhor. Só

Imagem relacionada

O filme concorre a quatro Oscars, roteiro adaptado, fotografia, canção – Mighty River –  e atriz coadjuvante para Mary J. Blige. Poderia muito bem estar concorrendo também como filme e direção. Afinal, se a Academia queria indicar uma mulher este ano para demonstrar ser politicamente correta, bem que poderia ter sido Dee Rees, que aqui faz um trabalho bem melhor do que o de Greta Gerwig em Lady Bird. Mas, essa injustiças fazem parte da história do Oscar, não é?

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

Vincent Cassel e Berenice Bejo estão arrasando no red carpet do Festival de Cannes 2022 promovendo suas novas produções. Mas hoje (25) está estreando...

Séries

O tempo passa e coisas que a gente espera que nunca mais voltem a acontecer, acontecem. Lembro bem de um episódio de Buffy –...

Cinema

Eu adoro ver que Rita Moreno, do alto de seus 90 anos, continua com grande energia para o trabalho. Ela fez uma participação fantástica...

Streaming

A Netflix vem adorando fazer esses filmes-evento. Recentemente teve enorme sucesso ao juntar Dwayne Johnson, Gal Gadot e Ryan Reynolds em Alerta Vermelho. E...

Cinema

Top Gun: Ases Indomáveis, de 1986, é um daqueles filmes que ficaram no coração das pessoas. Nem era tão bom, mas tinha muito estilo....

Você também pode gostar de ler

Moda

Difícil ver tudo e falar sobre tudo que aconteceu no Met Gala 2022. Era muita gente – era muito estranho ver aquela fila enorme...

Moda

Várias vezes já pensei que as atrizes vestem roupas muito mais interessantes na festa pós-Oscar da Vanity Fair do que na própria entrega dos...

Premiações

A cerimônia do Oscar foi longa, e sem surpresas entre os premiados. Uma pena! Por alguma razão No Ritmo do Coração encheu os votantes...

Premiações

Há uma grande diferença entre o gosto da gente e o gosto da Academia de Hollywood, certo? Acho que todo mundo já pensou nisso...

Premiações

Normalmente, todo mundo que faz lista de preferidos do Oscar, menciona quem é o favorito em cada uma das categorias. Eu mesma vou fazer...

Moda

A briga pelo Oscar de melhor atriz está tão acirrada este ano que eu não me surpreenderia se qualquer uma delas ganhasse. Mas, por...

Premiações

Tem um monte de lançamentos, no cinema e no streaming esta semana. E também tem Oscar. No cinema tem Ambulância: Um Dia de crime, e...

Premiações

O Oscar 2022 vai acontecer no próximo domingo (27). E deve ter várias mudanças. O caminho da inclusão parece ser uma grande preocupação. Começando...