7 comédias românticas da Netflix para combater a tristeza

Li hoje em algum lugar que  a terceira segunda-feira do ano, ou seja, hoje (15), é o dia mais triste do ano. Não me pergunte a razão. Rs! Mas se for verdade, então achei melhor selecionar aqui sete comédias românticas (as minhas preferidas), que estão disponíveis na Netflix – uma para cada dia da semana. Aproveite e fique livre do problema (rs,rs).

Esposa de Mentirinha (2011)

Muita gente não gosta de Adam Sandler. Eu gosto muito (bem, menos de Cada um tem a Gêmea que Merece). E essa comédia com Jennifer Aniston e Nicole Kidman é uma de minha favoritas. Um médico convence sua assistente a se fazer passar por sua ex-mulher, por causa de uma mentira que ele contou para sua jovem namorada.

Resultado de imagem para just go with it

A Verdade Nua e Crua (2009)

Esse filme super-divertido é do tempo em que Katherine Heigl foi momentaneamente a rainha das comédias românticas de Hollywood. Ela faz uma produtora de uma canal de TV que tem que trabalhar com um novo apresentador super politicamente incorreto (Gerard Butler, irresistível em seu ápice de momento “cafa” ). Mas a cena do dois na pista de dança está na minha lista das mais sexies do cinema.

A Proposta (2009)

Sandra Bullock é sempre ótima. E aqui encontrou um parceiro à altura em Ryan Reynolds, antes dele virar Deadpool. O dois tem uma química ótima. Com o risco de ser deportada, uma executiva intima seu assistente a se casar com ela. O problema é que ele precisa fazer uma viagem para a casa dos pais e ela tem que ir junto.

Resultado de imagem para the proposal sandra bullock

Muito Bem Acompanhada (2005)

Baseado num livro de sucesso, o filme conta a história de Kat (Debra Messing), que resolve contratar um garoto (nem tão garoto assim, mas ainda  bem demais) de programa, feito por Dermot Mulroney, para e fazer passar por seu namorado durante o casamento de sua irmã. especialmente na frente do eu ex, que a deixou por outra. Tudo muito lindo, romântico e completamente absurdo! Rs!

Amor à Toda a Prova (2011)

O super – elenco dá um charme todo especial ao filme. Steve Carell faz um homem de meia-idade, que fica chocado quando a esposa (Julianne Moore) pede a separação. Quando ele conhece um cara chamado Jacob (Ryan Gosling) , este via lhe ensinar todo um “jeitinho” especial de conseguir conquistar as mulheres. O problema é quando Jacob conhece Hannah (Emma Stone) e se apaixona.

Imagem relacionada

17 outra vez (2009)

O primeiro papel de astro de Zac Efron num filme depois que ele foi revelado em High School Musical. Mike (Matthew Perry) é um cara chateado com sua própria vida. E num determinado momento, ele acaba voltando a ser o garoto popular que era quando tinha 17 anos e tinha a cara e o corpo de Zac Efron. E aí quer tentar recuperar os bons tempos do passado.

Imagem relacionada

O Casamento do meu Melhor Amigo (1997)

O filme pode ser muuuuito antigo, e eu posso até ter minha reservas quanto ao final, mas ele é adorável. Julia Roberts e Dermot Mulroney (olha ele aí outra vez) são dois grandes amigos que combinam de se casar se não encontrarem alguém até os 30 anos. Só que quando ele resolve lhe dizer que está noivo (de Cameron Diaz), ela se descobre apaixonada, e fazendo de tudo para impedir que ele se case. Rupert Everett está hilário como o melhor amigo gay dela. Veja só, é uma das minha cenas preferidas da vida:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *