fbpx

Você nem Imagina é um update da história de Cyrano de Bergerac

A história de Cyrano de Bergerac já teve várias versões para o cinema. Um homem que escreve cartas como se fosse outra pessoa para a mulher amada. Teve as super clássicas, como Cyrano de Bergerac, de 1950, que deu o Oscar de melhor ator para Jose Ferrer. Ou ainda Cyrano, de 1990, que deu uma indicação para Gerard Depardieu.  Têm também as que trouxeram a história para o mundo moderno. Teve Roxanne, de 1987, com Steve Martin; Feito Cães e Gatos, com Uma Thurman; e até uma versão do Disney Channel, ambientando a história no mundo do rap, Let it Shine, com Tyler James Williams. E agora, a Netflix, trouxe o tema para o universo teen dos dias de hoje em Você nem Imagina, que estreou na semana passada na plataforma. É mais uma comédia romântica para o público teen, como Sierra Burgess é uma Loser ou Para Todos os Garotos que já Amei – mas mais bem feito do ponto de vista cinematográfico.

No filme, Ellie Chu (Leah Lewis) é a típica aluna deslocada que possui o hábito de fazer a lição de casa de seus colegas por dinheiro para contribuir com as contas em casa. Secretamente, ela possui uma paixão pela bela Aster Flores (Alexxis Lemire), a namorada do cara mais popular da escola. Quando Paul (Daniel Diemer), um jogador de futebol, se aproxima de Ellie para pedir ajuda para escrever uma carta de amor para sua amada, também Aster, ela resolve entrar nessa história.  Começa então a escrever cartas para a garota como se fôsse Paul.

A crítica

O que eu achei interessante no filme é como a diretora e roteirista Alice Wu consegue pegar um a história  antiga e tornar perfeitamente crível nos dias de hoje. O roteiro deixa claro que o gênero é o menos importante uma vez que você se apaixona.  O amor entre Ellie e Paul é presente, assim como os mais óbvios de Ellie e Aster, ou Paul e Aster. Você nem Imagina é bem feito, e bem dirigido. Totalmente em sintonia com os dias de hoje, e sem querer levantar bandeiras específicas, somente defender o amor, seja por que for.

O elenco principal, o triângulo amoroso é ótimo. Mas meu destaque especial seria para Daniel Diemer, que mostra claramente o aprendizado que Paul tira de sua trajetória. E ainda repare numa curiosidade. O sr. Chu, pai de Ellie, é Collin Chou, mais conhecido como Seraph, da trilogia de Matrix.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *