fbpx

Os momentos inesquecíveis das estrelas do One World Together at Home

O show de One World: Together at Home, exibido ontem nas mais diversas plataformas, teve vários momentos emocionantes. As homenagens aos profissionais de saúde que tem trabalhado tanto foram lindas. Todo mundo em sua casa, cantando para nós. Aqui, selecionei alguns dos principais momentos de gente qua estamos acostumados a ver em Hollywood. E que aqui estão fazendo algo muito importante, cantando algumas canções que nos surpreendem. Se não viu, veja aqui. Se viu, reveja, porque vale a pena:

Os destaques

Uma das mais lindas – e surpreendentes – interpretações foi a de Jennifer Lopez. Ela cantou People, a canção totalmente associada com Barbra Streisand. E para completar JLo estava com um moletom com o rosto de Barbra. Grande homenagem, num arranjo diferenciado, e lindo.

O casalzinho 20 Camila Cabello e Shaw Mendes entoou o dueto cantando outro clássico What a Wonderful World. Ganharam até elogio de Lady Gaga no Istagram. Ficou fofo!

Lady Gaga fez a curadoria do show, e escolheu a música Smile para cantar. Eu sinceramente gosto mais do arranjo original, mas Gaga pode tudo né? E que voz…

Outro caso que eu prefiro o arranjo original. Mas a música  é dele, e Sir Elton John pode fazer o que bem entender. E a música I’m Still Standing reflete bem o período que vivemos. Ele ainda teve a introdução de David e Victoria Beckham.

Charlie Puth menciona que voltou para a casa dos pais, onde fez várias músicas. A cama desarrumada também valeu vários comentários nas redes sociais, rs. Eu gosto muito dessa música, Attention.

Outra que adoro é Stand by Me. Foi cantada em dueto por John Legend e Sam Smith. Ficou muito bonito!

John Legend também cantou outra música, dessa vez com a companhia de Lady Gaga, Celine Dion, Andrea Boccelli, e Lang Lang ao piano. A música era The Prayer, e ficou maravilhosa.

Os grandes

Eles continuam o máximo. Os Rolling Stones se juntaram para cantar um de seus clássicos You can’t always get what you want no One World. E Keith Richards, que já virou meme de resistência, estava lá com seu copo de cerveja, rsrs.

E já que estamos falando dos grandes, impossível não mencionar a aparição de Paul McCartney. Ele foi introduzido por Jimmy Fallon. E começou com um discurso emocionante, onde lembrou sua mãe, Mary, que foi enfermeira e parteira. Cantou Lady Madonna ao piano, mostrando fotos de profissionais de saúde. Bravo!

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *