fbpx

Essas fascinantes mulheres da série Filhas de Eva

Muitas vezes não consigo acompanhar os lançamentos de séries nacionais. Afinal, a produção de Hollywood é imensa – e o Blog é de Hollywood, rs. Mas quando vi os anúncios de Filhas de Eva, achei a premissa bem interessante. Ainda não deu (rsrs), mas meu amigo J. Renato assistiu e escreveu sobre a série. O texto dele me deixou ainda com mais vontade de assistir.

Filhas de Eva

Exclusiva do serviço de streaming Globoplay, Filhas de Eva é o drama que a gente precisava ver no Brasil idealizado pelos nossos profissionais. A produção  é assinada por Adriana Falcão e equipe, com direção de Leonardo Nogueira. Tem como estrelas principais Renata Sorrah, Giovanna Antonelli e Vanessa Giácomo.  O roteiro é inspirado no fim do casamento da mãe de uma amiga de um dos criadores. Nos faz lembrar de tramas de sucesso internacional como Big Little Lies. E tem até referências de This Is Us, devido a temática que explora fortes valores familiares.

A história gira em torno de três mulheres que acabam por ver seus mundos se colidirem numa sequência de acontecimentos que foram gerados pela coragem e ousadia de uma delas. A importante decisão veio numa data especial. E ninguém imaginava que isso pudesse ocorrer. (Sem spoiler!)

A crítica

Tentar mudar a própria vida também influencia de quem está a sua volta? Será que nunca é tarde mesmo para recomeçar? Ainda é possível realizar seus sonhos quando você só viveu em função dos outros? Essas são algumas
indagações que o desenrolar dos 12 episódios da primeira temporada nos proporciona a refletir.

A pandemia atrasou o lançamento da atração brasileira. Mas tudo tem o tempo certo. Afinal, a estreia se deu no dia da mulher, 08 de março de 2021, o que a torna mais genial. O protagonismo é todo delas. Porém, personagens coadjuvantes aqui não deixam de ter relevância. Se tornam determinantes para a vivência das principais.

Vale destacar a evolução do trabalho de Vanessa Giácomo… A atriz provou que pode se igualar ao talento primordial de Renata Sorrah e a versatilidade de Giovanna Antonelli. Se mostra cativante em cada cena interpretada. Séries nacionais desse gabarito reafirmam que nosso conteúdo nacional não permaneceu somente na TV. O mesmo é capaz de estar nas telas do cinema. E ainda migrar facilmente para internet através do streaming, sem nenhuma resistência
ou falta de qualidade. Muito pelo contrário! O entretenimento no Brasil é um prato cheio para se saborear também em tempos difíceis. Especialmente como este que estamos enfrentando.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *