fbpx

A história fofa de O grande Ivan chegou no Disney Plus

Quando eu era pequena, me lembro que a Disney lançava no cinema vários filmes indicados para a família. Ocasionalmente, tinham animais, e emocionavam no seu final, quando tudo dava certo. Foi por isso que senti uma certa onda de nostalgia quando assisti O grande Ivan, que estreou nessa sexta no Disney+. O filme, por incrível que pareça, é baseado em uma história real (tirando a parte que os animais falam, claro, rs). Deveria ter estreado nos cinemas, mas com a pandemia, foi direto para o streaming. É uma bela história que com certeza vai emocionar adultos e crianças.

Ivan é um gorila que faz parte do show de um mini-circo, que fica dentro de um shopping. Ele tem uma certa melancolia, que só é aplacada pela presença de seus amigos. É o caso de Stella, uma elefante, e de Bob, um cachorro vira-lata que aparece no local. Quando uma  bebê-elefante chamada Ruby chega ao local, as coisas mudam para Ivan. Ruby passa a ser a estrela do show, mas também desencadeia lembranças no gorila. Isso vai inclusive fazer que Ivan planeje uma fuga do circo.

O elenco

Fiquei surpresa quando vi que a história era baseada num fato real, que inclusive é mostrada quando o filme termina. O apelo da história é óbvio. Deve ser isso que atraiu a atenção de Angelina Jolie, que, além de fazer a voz original de Stella, também é produtora do filme. Aliás, as vozes originais são uma atração à parte. Sam Rockwell faz a voz de Ivan, Helen Mirren da poodle Snickers e Danny de Vito é o cão Bob. Mas ainda há outros nomes conhecidos. Por exemplo, a garotinha Brooklynn Prince, de Projeto Flórida, é Ruby. E até a cantora Chaka Khan (lembra?) é Henrietta. É claro que boa parte deles não têm muitas oportunidades. É o caso principalmente de Phillipa Soo, de Hamilton, que tem um linda voz, e faz uma arara repetitiva. Coitada!

A crítica

A história segue vários temas. Desde a diferença entre a liberdade e a segurança, até o carinho entre seres diferentes. Há diversão é claro, mas também há momentos de despedida. É claro que você vai se emocionar e não conseguirá reter as lágrimas. Nem tente, rs. Os efeitos visuais  são impressionantes, especialmente em tudo que diz respeito a Ivan.

Uma coisa que achei interessante no filme é o papel de Bryan Cranston. Ele é Mack, o dono do circo. Ele não é uma pessoa ruim, e obviamente tem um carinho especial pelos animais. Mas tem o objetivo de ganhar dinheiro, e por isso faz com que os animais de certa maneira sofram em cativeiro. Gosto dessa opção de mostrá-lo como uma pessoa normal, com virtudes e defeitos como todos nós. E Bryan Cranston, como sempre, arrasa, com grande carisma.

É claro que O Grande Ivan não é um grande clássico, não é algo fora do comum. Mas vivemos em tempos cinzentos. E é muito bom ver uma história que desperta em nós uma emoção, uma candura, e uma nostalgia de momentos mais felizes.

Ah, e tem cena fofa no meio dos créditos, tá?

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *