fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Streaming

A história familiar dramática e maravilhosa de Deixe-o Partir

Eu sou fã de Diane Lane desde sempre. É uma de minhas atrizes favoritas. Já inclusive dei dicas de filmes com a atriz disponíveis no streaming (veja aqui). E fazia um bom tempo que queria ver o filme que a reúne de novo com Kevin Costner, Deixe-o Partir. Eles já haviam trabalhado juntos em O Homem de Aço, e aqui são novamente um casal. Vale ver o filme que está disponível no Star Plus.

Deixe-o Partir foi lançado em 2020. Mostram a vida tranquila do  xerife aposentado George Blackledge (Kevin Costner) e sua esposa, Margaret (Diane Lane). Só que um tragédia acontece. Um tempo depois, a nora, Lorna (Kayli Carter) se casa novamente e se muda com o filho pequeno. Margaret percebe que há algo errado. Quando vai visitar os dois, percebe que Nora e o marido levaram o menino embora. É quando George e Margaret resolvem ir atrás do garoto. E descobrem que eles foram morar em uma região isolada, com a família perigosa comandada pela matriarca, Blanche Weboy (Lesley Manville). Quando os avós descobrem as situações duvidosas que rondam a família Weboy, eles vão tentar resgatar seu neto a todo custo.

O que achei?

O filme se baseia no livro de Larry Watson. A princípio, conta uma história de família que sofre perdas difíceis de suportar. E é então que a personagem de Diane Lane se sobressai. Ela é quem resolve tomar uma atitude, e ir atrás do neto. Ao personagem de Kevin Costner, um ex-homem da lei local, só resta acompanhar para protegê-la. E que maravilha ver esses dois juntos. Nos mínimos gestos, você vê e acredita que esses dois se amam, se compreendem, e estão sempre preocupados com o outro. Só olhar esses dois na tela já vale o filme.

Mas há mais. Uma bela fotografia, e reconstituição de época (o filme se passa nos anos 60). E também uma interessante passagem de roteiro. O que na primeira metade de Deixe-o Partir parece um belo drama sobre perdas, muda totalmente. Passa a ser um suspense psicológico, quando os dois finalmente chegam à pequena cidade (sempre elas, rs). Aí entra a família bem doida capitaneada pela matriarca (um delícia de atuação exagerada de Lesley Manville), e o irmão dela (Jeffrey Donovan). Aí o filme muda totalmente de tom – e o melhor, não faz concessões. Acontecem coisas inesperadas, e isso é bom! Repare especialmente na cena da invasão do quarto de hotel. É para ficar bem tenso.

Ou seja, Deixe-o Partir é, ao lado de Cyrano, um dos melhores filmes que vi este ano – só que nenhum deles foi lançado em 2022. É muito bom ter essas surpresas boas com filmes que a gente acabou perdendo no passado.

Curiosidade: quando Margaret vai visitar o neto e descobre que ele não está mais lá, o apartamento é o mesmo em que Jake Gyllenhaal vai visitar Heath Ledger depois de anos separados em O segredo de Brokeback Mountain.

 

 

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Premiações

Neste sábado, dia 24, vai acontecer o SAG Awards 2024. Para quem não sabe, o SAG Awards é o prêmio do Sindicato dos Atores,...

Cinema

Antes da pandemia, em 2019, todo mundo estava falando sobre um “jogo” chamado Baleia Azul. Ele era um conjunto de 50 desafios diários e...

Cinema

Não tenho grande conhecimento sobre animações japonesas. Nem mesmo as super elogiadas do Studio Ghibli e o diretor premiado Hayao Miyazaki. E confesso que...

Cinema

Michael Mann é um aficionado por corrida de carros. Já tinha produzido o ótimo Ford vs Ferrari ( disponível no Star Plus) . E...

Streaming

Eu tinha muita vontade de gostar da 4ª temporada de True Detective, com o subtítulo de Terra Noturna. Com Jodie Foster no papel principal,...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Tenho achado bem interessante as produções próprias da Star Plus. Dois exemplos são o filme Perdida, que passou nos cinemas e agora está no...

Streaming

Cada vez que vejo um filme sobre um visionário que consegue fazer um produto um sucesso mundial, sempre me  pergunto o quanto daquilo é...

Streaming

Citadel , a série da Prime Video , teve vários percalços no meio de seu caminho. Aprovada no início da pandemia, perdeu se showrunner...

Séries

A gente já sabia que alguma coisa estava errada pelas fofocas de bastidores de Yellowstone. Aqui no Blog eu já havia escrito sobre o...

Streaming

Vários grandes diretores já fizeram seus filmes considerados grandes homenagens ao cinema. Entre eles, Kenneth Branagh (Belfast), Quentin Tarantino (Era uma Vez em Hollywood),...

Streaming

Depois que deu um tilt no servidor, agora tenho que reescrever esta matéria de O Estrangulador de Boston e a de Shazam: Fúria dos...

Streaming

Quando um  grande filme é lançado no streaming, todo mundo sai correndo atrás para ver no dia. Mas, eu adoro sair em busca de...

Streaming

A gente já viu várias histórias no cinema sobre falsos profetas. Homens que deliberadamente enganam o povo com objetivos próprios. O clássico Entre Deus...