fbpx

Os finais mais “apedrejados” de séries de TV

O final de Game of Thrones ontem à noite provocou as mais diversas reações das pessoas. Havia aquelas que tinham prazer em dizer “nunca vi um capítulo”. Outras que, desde o início da última temporada, vinham acabando com a série de todas as maneiras. E ainda aquelas que resolveram prestar atenção na história, e ver que foi um desfecho alternativo e interessante, ainda com aquele clima de super-produção que nunca vi igual na TV. Me incluo nesse último grupo. Mas, esse não foi o primeiro final de série que foi massacrado por várias tribos. Especialmente nos casos de séries de ficção e fantasia, isso é ainda mais forte, já que a paixão é super intensa.

Tendo isso em mente, resolvi relembrar aqui outros finais “apedrejados” de séries de TV.

Lost

Quando Lost terminou em 2010, as redes sociais estavam apenas começando a demonstrar o seu poder. Pode imaginar o que aconteceria se o final acontecesse hoje? Lost também está na minha lista de melhores séries da vida, junto com Game of Thrones e Arquivo X. E também nesse caso, achei que foi digno e cheio de sentido. O final dos sobreviventes na igreja provocou verdadeiras discórdias. Tanto que até hoje, quando se fala de um final ruim de série, logo lembram de Lost. Não concordo, pois compreendi e adorei!

Arquivo X

O final de Arquivo X sempre foi motivo de discussão. Seja o da primeira fase (2002), com Mulder e Scully em fuga, com várias perguntas sem resposta, ou o da 10ª temporada, num cliffhanger que a gente não sabia se teria um final. No caso da 11ª, com direito a final – quase – feliz, várias situações ficaram em aberto. E como parece que, pelo menos por enquanto, esse será o final definitivo, a gente vai ficar sem saber.

Dexter

Dexter foi uma daquelas séries que deveriam ter acabado um ano antes. Na oitava temporada, com a morte de Debbie, e a decisão de Dexter de ir se esconder em uma cabana, a série terminou muito insossa. Até o intérprete, Michael C. Hall, disse que se sentiu desapontado depois de ter lido o roteiro.

True Blood

Na verdade, esse foi o fechamento de série que mais me desapontou. Sookie (Anna Paquin) vivendo uma vida normal e (quase) sem vampiros (além de outras criaturas) foi decepcionante e triste. Mas pelo menos foi melhor que o fim dos livros, onde ela terminava com Sam (Sam Trammell)

The Glades

No caso de The Glades, a culpa nem foi dos roteiristas. Estavam todos confiantes que a série seria renovada. Então terminaram num super cliffhanger (sem spoilers). Só que a série foi cancelada e até hoje a gente não ficou sabendo o que aconteceu com Jim (Matt Passmore). E isso já faz seis anos.

A Gata e o Rato

Já faz muito tempo, mas não houve final mais deprimente para mim do que o de A Gata e o Rato. Na época, naõ foi exibido no Brasil, e eu vi um tempo depois no Paley Center em Nova York. Fiquei tão acabada que saí meio sem rumo pelas ruas. Fã tem dessas coisas, né?

E mais…

Além dessas, há outras que também provocaram descontentamento nos fãs. Caso de How I Met Your Mother, Roseanne, Sons of Anarchy, The Sopranos, St Elsewhere (péssimo!), Gossip Girl (Dan???), Girls, e vários outros. Entretanto tem muitos que adoram, ou seja, gosto é gosto, e a gente tem que respeitar!

Fotos de divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *