fbpx

Os episódios favoritos de séries de todos os tempos

Hoje é o segundo dia do carnaval, e se você é do tipo de pessoa que já não aguenta mais, aqui vão as minhas sugestões para passar bem o resto dos dias. A primeira é botar em dia os filmes do Oscar no cinema. Tem para todos os gostos: a aventura de Leonardo DiCaprio em O Regresso; A Grande Aposta, que nos faz rir das mais absurdas situações econômicas, com Brad Pitt e Christian Bale; o drama forte e poderoso sobre jornalismo investigativo de Spotlight: Segredos Revelados, entre tantos outros.

Mas se você não está a fim de sair, prefere ficar em casa, tenho uma proposta. Relembrar os seus episódios favoritos de todos os tempos de séries de TV. Como colecionadora “enlouquecida” de DVD’s, fiz isso há algum tempo, e foi muito gostoso rever estes momentos inesquecíveis.Essa lista não é dos melhores de todos os tempos, são só aqueles que me marcaram de alguma maneira. Como romântica incurável que sou, é claro que eles tem grandes reencontros, primeiras vezes e, lógico, um triunfo muito esperado. Eles me emocionaram, me fizeram rir, e são aqueles momentos que eu relembro sempre.

Então, aí vai a lista dos meus preferidos:

Grey’s Anatomy – 3ª temporada – Losing my Religion

“Você acha que eu queria estar olhando para você?”

Na terceira temporada, Meredith( Ellen Pompeo) e Derek( Patrick Dempsey) estavam numa situação difícil. Derek tentava fazer seu casamento com Addison ir para frente enquanto Meredith buscava uma vida feliz com o veterinário Finn (Chris O’Donnel). Só que na noite em que os residentes tiveram que organizar um baile de formatura  para a sobrinha do Chefe que está morrendo, eles não conseguem resistir. Meredith diz, “pare de olhar para mim” ao que Derek replica “Você acha que eu queria estar olhando para você?”. O resto é história, com este par incrível que durou a até a 11ª temporada, com a morte de Derek (e a tristeza de toda a audiência).

Glee – 3ª temporada – Nationals

“Carmen Tibideaux vai aparecer, então nós vamos casar, quebrar o copo, e ser felizes para sempre”

O New Directions passou por poucas e boas durante três temporadas. Até que no penúltimo episódio da terceira temporada parecia que tudo ia acabar bem. O clube do coral venceu  as Nacionais, Finn (Cory Monteith) e Rachel (Lea Michele) disseram suas juras de amor e estavam prontos para se casar, e Will (Matthew Morrison) ganhou o prêmio de melhor professor. Todo mundo se emocionou e chorou de felicidade. Só que ninguém poderia imaginar o que estava por vir. #RIPCory

Buffy: A Caça-Vampiros – 2ª temporada – Surprise

“E se eu nunca mais me sentir dessa maneira?”

Todas as dúvidas que Buffy, a Caça-Vampiros poderia ter sobre seu relacionamento com o vampiro Angel foram resolvidas no dia de seu 17º aniversário depois que ele quase teve que ir embora, e os dois quase foram mortos (de novo) em Surprise. Só que depois do momento de “suprema felicidade”, o príncipe acabou virando um monstro. Mas os fãs aproveitaram cada momento desse lindo e emocionante episódio.

Arquivo X – 6ª temporada – Triangle

“No caso de nunca voltarmos a nos encontrar…”

Este é o meu episódio favorito de Arquivo X, tanto do ponto de vista artístico como do de shipper de Mulder (David Duchovny) e Scully (Gillian Anderson). Com fendas no tempo, navios fantasmas e duas Scullys se cruzando nos corredores, finalmente aconteceu o primeiro beijo, afinal, “no caso de nunca mais voltarmos a nos encontrar…”. Perfeito!

Lost – 1ª temporada – Piloto

“Não, eu não creio que isso é verdade, você não está fugindo agora!”

O piloto foi na época o episódio mais caro da história, e todos os efeitos especiais eram facilmente perceptíveis. Mas, apesar nenhum de nós  poder imaginar naquela altura o que Lost significaria na história da TV e da cultura pop, a química entre Kate (Evangeline Lily) e Jack (Matthew Fox) já era palpável nessa cena em que ela o ajuda a costurar um ferimento. Foi difícil escolher qual era meu favorito entre o primeiro e o último episódio (que pouca gente gostou). Eu acho os dois brilhantes.

Smallville – 9ª temporada – Pandora

“Lois, eu morri quando você desapareceu”

Aqui também foi difícil escolher entre Pandora e o episódio final da série. Mas a forma como é apresentada a primeira noite de amor de Clark (Tom Welling) e Lois (Erica Durance), com todos os ingredientes românticos e sensuais necessários, me fizeram optar por Pandora. Linda fotografia, grande momento dos atores. E ainda Tom Welling sujinho é ainda mais bonito.

True Blood – 1ª temporada – Strange Love

“Vampiro ou não, você vai me tratar como a dama que eu sou!”

A química entre Sookie (Anna Paquin) e Bill (Stephen Moyer) desde o primeiro segundo da cena entre os dois é tão arrebatadora que não é difícil entender porque os atores vieram a se casar na vida real. Eles não terminaram juntos, mas nesse primeiro episódio, com o encontro dos dois no Bar Merlotte’s, tudo foi perfeito.

The Good Wife – 2ª temporada – Closing Arguments

“E se de repente nós tivéssemos um bom sincronismo, só por uma hora?”

Alicia (Julianna Margulies) e Will (Josh Charles) ficaram duas temporadas se seduzindo a todo o momento com olhares, com  a promessa do que poderia ter acontecido quando os dois estavam na faculdade. Foi ele quem a ajudou após o escândalo de seu marido com prostitutas. Depois de muito vai e vem, em Closing Arguments, ele finalmente resolveu perguntar   “E se de repente nós tivéssemos um bom sincronismo, só por uma hora?”. Ao que ela respondeu que seria incrível. Depois da mais sensual subida de elevador de todos os tempos, eles finalmente ficaram juntos. O final não foi feliz, mas esse momento foi inesquecível.

Sex & the City – 6ª temporada – An American in Paris Part Deux

“Demorou muito tempo para chegar aqui, mas eu estou aqui”

Durante seis temporadas, esperamos que Carrie e Big finalmente se entendessem. E quando finalmente aconteceu, o cenário foi Paris, para onde ela tinha se mudado com um russo (ninguém menos que Mikhail Barishnikov). Só que depois dele se declarar – “Demorou muito tempo para chegar aqui, mas eu estou aqui”, a primeira atitude foi voltar para Nova York. Adoro finais felizes!!!

A Gata e o Rato – 3ª temporada – I am Curious, Maddie

“E se você gosta dela, ela deveria saber disso também”

Neste episódio, David tem que tentar conviver com o fato que Maddie foi pedida em casamento por Sam (Mark Harmon, lindo, muito antes de se tornar o Gibbs de NCIS). Só que nada disso está sendo fácil para os envolvidos. Então numa bela noite, Sam vai ao apartamento sem móveis de David para dizer que ele era a melhor opção para ela. Só que, como se pode ver pela cena, ela não concordou. Pena que depois disso os roteiristas se embananaram totalmente e as duas próximas temporadas foram um desastre. Ou seja, como estragar uma momento perfeito de uma série perfeita…

Estes foram somente 10 episódios. Há muitos outros. Como quando Becket finamente resolve deixar toda a investigação da morte da mãe para trás e bate na porta de Castle toda molhada da chuva em Always na quarta temporada de Castle; quando Steve Austin e Jamie Sommers decidem marcar seu casamento na segunda temporada de  O Homem de Seis Milhões de Dólares, antes dela sofrer um acidente e virar A Mulher Biônica; o reencontro da enfermeira Carol e o Dr. Doug Ross na despedida de Julianna Margulies na sexta temporada de Plantão Médico ; o pedido de casamento de Matthew para Mary no episódio de Natal da segunda temporada de  Downtonton Abbey; ou  ainda quando Catherine decide voltar correndo para Vincent depois de fugir para a casa de uma amiga,  em Orphans, no primeiro A Bela e a Fera. São tantos! Grandes momentos!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *