fbpx

Legion é a série de TV do universo dos X-Men

 data-srcset

Muita gente pode não ter ideia sobre a importância de Legion hoje no universo da cultura pop. A série com oito episódios, que estreia no FX amanhã, quinta feira, dia 9, às 22.30, é a primeira em que Marvel, que criou o universo dos X-Men, e Fox, que detêm os direitos de todos os personagens do universo X-Men para a TV e o cinema, trabalham juntas, num projeto conjunto. Quando assisti ao painel de Legion na ComicCon de Nova York, com a presença do elenco, dos produtores, e do chefe de produção da Marvel TV, Jeph Loeb, era como se estivesse assistindo a um acontecimento histórico. Na ocasião, foi mostrada a primeira metade do primeiro episódio, que deixou todo o mundo com um gostinho de quero mais.

legion

Baseada nos quadrinhos de Chris Claremont e Bill Sienkiewicz , Legion conta a história de David Haller ( o lindo Dan Stevens, o Matthew Crawley de Downtown Abbey), um jovem diagnosticado como esquizofrênico desde criança, que pouco depois de conhecer a mulher de seus sonhos descobre que não está tão perturbado como sempre pensou, mas ao contrário, é um poderoso mutante. David passou por vários hospitais psiquiátricos por anos. Agora, com 30 anos de idade e institucionalizado mais uma vez, se perde na rotina do regime estruturado da vida no hospital: café da manhã, almoço, jantar, terapia, medicamentos e dormir. David passa todo o seu tempo em silêncio junto com sua amiga Lenny (Aubrey Plaza), uma paciente cujo vício em drogas e álcool ao longo de sua vida, não diminuiu em nada seu otimismo.

A rotina de David é completamente alterada com a chegada da bela e perturbada paciente Syd (Rachel Keller,  de Fargo). Inexplicavelmente atraídos um pelo outro, David e Syd compartilham um encontro surpreendente, depois do qual, David tem de enfrentar a  possibilidade de que as vozes que ele escuta e as visões que tem, podem ser realmente verdadeiras. E que isso significa  um extraordinário mundo de possibilidades.

O visual da série não tem nada a ver com os das séries da Marvel na Netflix. O que lá é escuro e empoeirado, aqui é colorido, limpo e totalmente surreal. O clima, pelo menos da parte que vi, lembra algo como Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, com um visual de Laranja Mecânica. Mas, de qualquer maneira, Loeb disse  na ComicCon que “tudo está conectado”, mas não talvez como você esperava. “No fim, os heróis da Marvel são pessoas machucadas, e estão querendo saber o que fazer com suas vidas, não importando se são os X-Men, Matt Murdock , Tony Stark ou Peter Parker – isso é só o começo. Nós estamos muito mais interessados na pessoa que está por trás da máscara.  Então se você está numa situação tão forte como a de David Haller, então é Marvel e está conectado…Então nós queremos algo que seja verdadeiro. Então se o que você assiste arece Marvel, então está conectado e é o que interessa.” Humm, então tá! Só que também ele disse algo mais palpável e positivo: “Os personagens de X-Men estão no mundo da Fox, e nós vivemos num mundo diferente. O fato que eu estou aqui sentado é uma indicação de que pontes estão sendo construídas, e que pessoas como Lauren [Shuler Donner, produtora] estão sendo facilitadores e fazendo com que as coisas aconteçam”

Resultado de imagem para dan stevens on legion nycc

De qualquer maneira, e aí vem um SPOILER para quem não conhece os quadrinhos. Então, se você não quer saber pare de ler aqui. A conexão com o universo dos X-Men é enorme já que Daniel é, na verdade, filho do Professor Xavier. Há inclusive a possibilidade, segundo o produtor Noah Hawley, de que ele apareça em algum momento (se seria como Patrick Stewart ou James McAvoy ou ainda um terceiro, não se sabe).

Dan e Noah Hawley

Mas claro que o ponto central é o personagem  de David Haller, e com isso, Dan Stevens traz aquele elemento apaixonante que já tinha conquistado todo mundo em Downton Abbey (e provavelmente também o fará como a Fera de A Bela e a Fera). Você acredita que ele pode ser aquele herói a ser descoberto, que vai ser importante no universo dos X-Men (não vou entrar em mais detalhes sobre o que ele faz nos quadrinhos, mas garanto que é épico). Segundo Dan, o que o atraiu num primeiro momento para o papel foi a oportunidade trabalhar com todos os talentos envolvidos, especialmente o produtor Noah Hawley (conhecido e premiado pela série Fargo). Depois que começou a fazer uma imersão no mundo dos super-heróis e nos quadrinhos de Legion, ele declarou “foi uma viagem!!”

Resultado de imagem para dan stevens on legion nycc

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *