fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

Conhecendo O Reino Perdido dos Piratas na Netflix

O sub-gênero de filmes de piratas sempre foi popular desde os primórdios do cinema. E, mais recentemente, com a franquia Piratas do Caribe, que agora vai ganhar um reboot. E como fã que é do gênero, meu amigo José Augusto Paulo achou  O Reino Perdido dos Piratas, que está disponível na Netflix. Veja abaixo o que ele achou!

O Reino Perdido dos Piratas

Confesso que me animei a assistir essa serie (na verdade um docu-drama) sem ter visto o trailer. Vi o nome, achei que seria algo parecido com Piratas do Caribe e, cliquei ‘play’. Felizmente, eu gosto de documentários, e muito. Sei que o docu-drama é uma forma de dar mais ‘vida’ ao documentário e fazer quem assiste se interessar mais por alguns personagens. É algo que vem sendo utilizado há algum tempo . Recentemente a Netflix teve o excelente Império Romano  nesse estilo. O Reino Perdido dos Piratas me pareceu tao bom quanto, embora mais documentário. Tem mais intervenções de especialistas, historiadores, mais mapas, etc.

A história se passa no começo  do século XVIII. Devido a eventos da época, privateers (particulares que faziam serviços navais a governos,  uma marinha não oficial) por ações várias, acabam se baseando em Nassau, nas Bahamas. Com o tempo, se tornam piratas, já sem apoio oficial. Ali fundam uma ‘república’, surpreendentemente democrática, que vive (e bem) de ataques a navios no Caribe. Os problemas começam quando atacam navios mercantes ingleses . Especialmente navios negreiros. Na época, os piratas liberavam os escravos que passavam a ter a opção de se juntar às suas tripulações como homens livres.  É bom lembrar que a escravidao era um dos pilares da economia tanto no Caribe como na Europa, que vivia dos lucros das plantações e da sua produção.

A crítica

O Reino Perdido dos Piratas, curta, com somente seis episódios, se concentra no formação desse ‘reino de piratas’ em Nassau. Conta também a história de piratas verdadeiros como Sam Bellamy, Hornigold, Jennings, O Barba Negra, entre outros As cenas externas são quase todas feitas em estúdio e há muito uso de computadores. Mas o efeito é bom, a atuação não é das piores. Especialmente o excelente Tom Padley como o sádico Charles Vane, e Sam Callis como Benjamin Hornigold. O ritmo da trama é bom e prende a atenção. Peca talvez por repetir alguns trechos de outros episódios. Também por repetir mesmo o que dizem alguns especialistas e historiadores.  Mas relata bem os fatos. Nos ensina algo sobre um periodo curto que poderia ter alterado muito os rumos da história do Caribe. E que certamente teve influência na independência dos Estados Unidos, que se daria décadas depois.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

Há várias boas séries de true crime com atores (não estou falando de documentários) disponíveis no streaming. Entre as melhores estão A Escada (MAX),...

Cinema

Eu acompanhei boa parte da batalha contra o câncer de Shannen Doherty. Ela faleceu no último dia 13, aos 53 anos, vítima da doença...

Streaming

Nesse dia 20 é celebrado o Dia do Amigo. E toda mulher sabe a importância da melhor amiga, não é mesmo? Então, fica a...

Streaming

A gente já ouve falar de A Mulher no Lago há algum tempo. A minissérie estreou ontem (17) na Apple TV Plus, com dois...

Premiações

Saiu a lista dos indicados ao Emmy, e, ao contrário de outras premiações, há mais séries concorrentes – especialmente porque não há mais Succession...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Uma vez eu cheguei a baixar alguns episódios de Bodkin, da Netflix, para assistir no laptop num fim de semana em viagem. Mas acabei...

Streaming

Provavelmente você já ouviu falar da minissérie inglesa Bebê Rena, que está na Netflix. Muita gente tem me perguntado sobre ela nas redes sociais...

Streaming

Sabe aquela situação em que você acompanha filmes e séries que tem uma certa similaridade? Pois foi o que aconteceu com meu amigo José...

Streaming

Há muito tempo, eu assisti o filme clássico francês O Salário do Medo. Dirigido por Henri Georges Clouzot, tinha Yves Montand no papel principal....

Streaming

Um tipo de história que sempre mexe comigo é a de reencontros com amores do passado. Daquele tipo o que poderia ter sido, mas...

Streaming

Eu estava em busca de um filme curtinho, desses de 1h30. E achei Capitã Nova, uma produção holandesa de ficção-científica, disponível na Netflix. Esses...

Streaming

Na época de minha adolescência, como muita gente mais, eu achava Rob Lowe um dos atores mais lindos da época. O primeiro ano do...

Streaming

Um amigo já tinha me avisado sobre esse filme. Mas eu não me lembrava se ele havia falado se era ruim ou bom, rs....