fbpx

As mães mais marcantes da TV

Você provavelmente já comemorou o dia das mães agora. Mas para fechar o dia, achei que nesta data valeria também lembrar as mães das séries de TV. Já faz algum tempo que a visão do papel de mãe nas séries  mudou bastante. Vai longe o tempo em que Lucille Ball era a mãe amorosa que não trabalhava fora em I Love Lucy. Ou quando June Lockhart tinha uma função meramente decorativa em Perdidos no Espaço. Hoje para comemorar o dia, fica nossa homenagem mostrando estas  mulheres tão especiais. Para o mal e para o bem, as mães das séries de TV podem ser tudo, mas fazem qualquer coisa por seus filhos.

Victoria (Madeleine Stowe) em Revenge

Poderosa, Victoria grayson tem dois filhos:Daniel e Charlotte. Ela é a grande inimiga da principal personagem da série, Emily Thorne. Máe protetora, ela é também exigente e manipuladora. Mas está sempre linda e com um sorriso falso nos lábios.

A personagem também trouxe o sucesso de volta a Madeleine Stowe, ótima,mesmo com um certo excesso de botox e preenchimento.

Alicia (Julianna Margulies) em The Good Wife

Ela era uma mãe totalmente dedicada aos filhos e ao marido. Até que descobriu que o marido político tinha encontros frequentes com prostitutas. Ela então resolveu voltar a trabalhar como advogada e mudou totalmente seu estilo de vida. Não só se tornou uma grande profissional como também teve um caso com seu chefe. Mas a relação com seus filhos (Zack, na foto, e Grace) e preservá-los dos problemas sempre foi sua prioridade.

Julianna Margulies foi premiada inúmeras vezes por sua atuação como Alicia. Sua interpretação é sempre um primor, sempre brilhante.

Christy (Anna Faris) em Mom

Quando se fala em mães fora dos padrões, com certeza Christy é um destaque. Ela foi mãe muito nova e agora vive com sua mãe, a não menos divertida Bonnie e a filha hoje adolescente Violet. As três, é claro, vivem se metendo em confusões no dia a dia.A série além de divertida, consegue também ter momentos tocantes.

Anna Faris como Christy é uma surpresa. Para quem já a conhecia de outros filmes, é muito interessante ver seu talento para comédia especialmente em suas cenas com a ótima Allison Janney. As duas mães da série são ótimas!

Martha (Susan Sullivan) em Castle

A mãe de Castle foi apresentada originalmente como uma atriz veterana meio louquinha com um cabelo vermelho e um modo de vestir ultra colorido. Só que com o tempo, Martha Rodgers provou ser muito mais. Ela dá conselhos valiosos . para  Castle (Nathan Fillion, na foto com Susan) e para a neta Alexis (Molly Quinn). O jeito maluquinho está lá mas é fácil de ver que por baixo tem uma mulher inteligente e com uma incrível percepção das coisas.

Susan Sullivan é uma veterana de cinema e TV. Teve um grande sucesso nos anos 80 com a série Falcon Crest. Seu talento ajudo a transformar um personagem menor em Castle em uma grande interlocutora dos principais personagens.

Cersei (Lena Headey) em Game of Thrones

Ela é má, louca, tem um caso com o próprio irmão. Mas na cena da morte de sue filho, o muito mau rei Joffrey, el demostrou um sofrimento e uma dor lancinantes. Mas nada a impede de continuar seus maquiavélicos planos políticos para atingir seus objetivos

Lena Headey não é uma grande atriz. Parece que tem sempre a mesma expressão de quem está planejando algo terrível no rosto. Isso, no entanto, funciona perfeitamente para o papel de Cersei. Seu personagem com isso é um dos grandes destaques da série.

Emma (Jennifer Morrison) em Once Upon a Time

Emma entregou seu filho para a adoção quando era muito jovem. Só que ele foi atrás dela para salvar a cidade de Storybrooke, onde todos os personagens de contos de fadas estão presos  sem saber quem são. Só que Henry foi adotado pela rainha Má. Nesta temporada, Henry foi raptado e está na terra do Nunca. Então emma, sua mãe branca de Neve, a Rainha Má  e o capitão Gancho  se juntam para salvar Henry. Sim , você leu certo…

Jennifer Morrison era uma atriz reconhecida como coadjuvante de House. Com Once Upon a Time, ela foi elevada ao status de estrela. As vezes acho que ela está um pouco envelhecida para o papel. Mas no final, ela acaba convencendo , especialmente quando tem que enfrentar Lana Parrilla como a rainha Regina ou apontar uma adaga para quem pode prejudicá-la.

Lady Cora Crawley  (Elizabeth McGovern) em Downton Abbey

Sempre doce,mas as vezes um pouco ingênua, Lady Crowley é uma figura chave para resolver vários dos conflitos sempre presentes na mansão. Seja como interlocutora das três filhas, do marido ou mesmo dos empregados, ela é uma personagem muito querida da série.

Elizabeth McGovern era um dos rostos mais lindos do cinema quando apareceu em Na Época do Ragtime. Ficou um tempo sumida fazendo participações menores e acabou ganhando o papel depois da recusa de Gillian Anderson. A série foi esse sucesso que todo mundo conhece e ela se deu muito bem.

Frankie (Patricia Heaton) em The Middle

Confesso que as vezes the Middle me deixa nervosa. Toda aquela neurose parece um pouco demais. mas é impossível não rir com Patricia Heaton como Frankie, a mãe de família. Ela é o mais próximo daquela mãe do início, com a diferença que é muito mais atuante e chave para o dia a dia da família. No final, é o perfeito reflexo daquela mãe que tem que se preocupar com as contas, com o filho que não se encaixa ou com o que vai acontecer no futuro.

Paricia Heaton tinha sido consagrado por seu papel como outra mãe de família, debra de Everybody loves Raymond. Foi premiada e com the Middle consegue mais uma série de sucesso. Afinal The Middle, que na TV aberta brasileria recebeu o absolutamente incrível nome de Uma família Perdida no meio do Nada, foi renovada para sua sexta temporada.

Norma (Vera Farmiga ) em Bates Motel

Desnecessário fazer grandes apresentações. Ela é a mãe de Norman Bates, de Psicose na série que mostra a adolescência que o transformou no assassino, que guardou a caveira da mãe. Em Bates Motel, Norma é super protetora, tem vários segredos e acompanha a vida do filho muito de perto.

Ter uma atriz como Vera Farmiga no papel principal é um triunfo para a série. Indicada para o Emmy pelo papel, ela consegue passar toda a obsessão pelo filho que nos dá uma ideia do que pode acontecer para chegar ao desfecho que conhecemos.

Temperance (Emily Deschannel) em Bones

Temperance é a mais improvável das mulheres para ser mãe. Especialista em antropologia forense, é uma autora de livros e profissional muito bem-sucedida. Durante várias temporadas, viveu um relacionamento com o agente especial Booth para resolver assassinatos usando seu conhecimento. Depois de várias temporadas, os produtores finalmente atenderam os fãs e os dois ficaram juntos e tiveram a bebê Christinne. E Temperance/apelido Bones se tornou uma excelente mãe enquanto mexe com cadáveres e assassinos…

Emily Deschanel não era muito conhecida, tendo feito pequenas participações em filmes como Cold Mountain e Homem Aranha 2. Mas com as 9 temporadas de Bones (já renovada para a décima), ela se tornou um nome respeitado atuando como produtora da série. Não é uma grande atriz mas tem uma boa química com seu parceiro, David Boreanaz.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *