fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

A incrível jornada de Nada Ortodoxa

Eu já tinha passado várias vezes pela minissérie Nada Ortodoxa na lista de sugestões da Netflix. Só que acabei nunca vendo porque achava que seria muito triste, e de triste já basta essa situação que todos estamos vivendo. Mas aí saíram as indicações ao Emmy, e eu tive que começar a ver. Ela concorre como série limitada, atriz (Shira Haas) e ainda direção, elenco e roteiro (pelo Episódio 1). A minissérie de somente quatro episódios foi uma grata surpresa, e sim, chegou a me emocionar!

O mais interessante é que é baseado em uma história real, que foi contada em livro por Deborah Feldman. A minissérie, entretanto, toma várias liberdades com relação ao livro, que foi lançado em 2012. Praticamente toda a parte da vida da personagem que se passa em Berlim foi inventada. Mas isso não tira o impacto da história sobre a busca do sonho e da felicidade.  Uma jovem judia chamada Esty, que vive em uma comunidade ortodoxa de Nova York, resolve fugir de um casamento arranjado e infeliz. Ela consegue armar um esquema para fugir para Berlim. Enquanto busca novas oportunidades na nova cidade, o marido Yanky e um primo chamado Moishe seguem para lá para resgatá-la e trazê-la de volta para Nova York.

https://www.youtube.com/watch?v=iWMAXxa_Hu8

A crítica

A série alterna passado e presente, contando a trajetória de Esty, desde o período pré e pós casamento, bem como o início de sua vida em Berlim, com os amigos do conservatório. É uma produção alemã, mas falada em alemão, inglês e iídiche. A história dramática ganha um toque de suspense, mostrando a fuga de Esty, e ainda a busca de Yanky e Moishe por ela. No final, mistura uma história de transformação de uma jovem em adulta, além de uma luta pela sobrevivência de alguém que não se encaixa num determinado modo de vida. Mas há momentos mais leves, especialmente a relação entre Yanky e Moishe durante a busca por Esty.

Na verdade, o que achei interessante é que Yanky nunca é mostrado como vilão. Ele está tão perdido quanto Esty, mas totalmente dominado pela situação em que vive.  Isso é um ponto que ainda é ressaltado pelas excelentes atuações, não só de Shira Haas como Esty, mas também de Amit Rahav como Yanky. Os dois estão simplesmente sensacionais. Como não ficar emocionado com as cenas do corte de cabelo, ou ainda com o teste do conservatório? Vale muito a pena ver Nada Ortodoxa!

 

2 Comentários

2 Comments

  1. Emerson Alexandre

    31 de julho de 2020 às 6:49 pm

    Vale a pena assistir também ao Making Of, principalmente se você, como eu, é curioso em entender um pouco mais sobre esta comunidade retratada na série.

    • Eliane

      1 de agosto de 2020 às 3:23 pm

      Boa dica, Emerson! Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Séries

A coisa está pesada nas filmagens de Justified: City Primeval, a sequência de Justified (6 temporadas disponíveis na Globoplay). Um pessoa não identificada jogou...

Cinema

A gente já viu um monte de filmes sobre pessoas sendo perseguidas por feras em um ambiente hostil. O ótimo Predador: A Caçada é...

Streaming

Eva Longoria ficou conhecida de todo o público como Gabrielle de Desperate Housewives. A série durou de 2004 a 2012, e hoje todas as...

Cinema

Eu sou fã de Teresa Palmer e também de filmes de terror. Então quando veio a oportunidade de assistir O Gêmeo Maligno, fui assistir...

Cinema

Muita gente está escrevendo sobre Olivia Newton-John e sua morte tão sentida, aos 73 anos. Mas, eu preferi contar uma história que conta muito...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Tem muita coisa imperdível chegando no streaming essa semana. E eu já começo com dois lançamentos da Netflix. É hoje, dia 20, que estreia...

Streaming

A amizade entre mulheres é tema de várias discussões. E também de várias séries que estão disponíveis no streaming. Por isso, nesse Dia do...

Streaming

Quando fui assistir O Sol de Amalfi, que estreou na Netflix na semana passada, não tinha ideia que era uma sequência. Só depois de...

Streaming

A lista da Netflix para esse mês de julho está bem boa. Tem um monte de coisas, mas eu separei aqueles 10 filmes e...

Streaming

Quando li a sinopse de Toscana, que está na Netflix, logo me lembrei de Um Bom Ano. Pra quem nunca viu, o filme traz...

Streaming

A minha dica especial da semana de cinema é O Peso do Talento, com Nicolas Cage, que está estreando nessa quinta. Surpresa: um filme...

Streaming

Adam Sandler foi um dos primeiros atores a fechar contrato com a Netflix. Desde então fez várias comédias por lá, como o megassucesso Mistério...

Streaming

Todo mundo adora Omar Sy, certo? Ele é ótimo, e seus filmes são sempre interessantes. Então quando li que ele tinha se juntado com...