fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

A chegada da Irmandade na Netflix

A Netflix vem fazendo grandes produções aqui no Brasil. Teve um enorme sucesso mundial com 3%, teve o reconhecimento de público e crítica com Sintonia, e fez uma fantástica reconstituição de época com Coisa Mais Linda – para mim, a melhor delas. E agora, nessa sexta (25), estreia mais uma super-produção da empresa: Irmandade. Com oito episódios, a série tem um pouco de história policial e também entra naquele sub-gênero conhecido como “histórias de prisão”.

Ambientada na cidade de São Paulo dos anos 90, a série conta a história de Cristina (Naruna Costa), uma advogada honesta e dedicada que faz uma  terrível descoberta. Seu irmão Edson (‪Seu Jorge‬) que foi preso quando ela era uma menina, ainda está na cadeia. E pior, lidera uma facção criminosa em ascensão – conhecida como “Irmandade”. Ao tentar ajudá-lo, ela acaba sendo forçada pela polícia a virar informante e a trabalhar contra o irmão, que não vê há anos. Ao se infiltrar na Irmandade, numa missão arriscada e perigosa, ela entra em contato com seu lado mais sombrio, e começa a questionar suas próprias noções de Justiça.

Sou meio suspeita para falar sobre “histórias de prisão”. Confesso que não gosto. Acho que a úncia que adoro – vejo e revejo sempre –  é À espera de um Milagre, com Tom Hanks. É a minha exceção à regra. Creio que a gente já vê notícias reais demais nos jornais. Não é o que busco quando procuro filmes e séries. Mas, de qualquer maneira, também acho que a gente tem que manter a mente aberta para tudo, sem preconceito algum.

O que achei?

Vi os primeiros episódios, disponibilizados pela Netflix para a imprensa. Obviamente é uma produção de primeira linha. Tem fotografia, direção, roteiro muito bem construídos. Para se ter uma ideia, as cenas da prisão foram feitas em uma área desativada de uma prisão verdadeira.  A atriz Naruna Costa não compromete, mas é claro que é Seu Jorge quem brilha. Com talento e carisma, faz com que você não consiga tirar os olhos dele nas cenas.

Mas, devo dizer que senti que estava vendo mais do mesmo. Facção, corrupção, condições de vida terríveis. Toda uma história de submundo que provavelmente tem um público que adora e consome avidamente. Não é o meu caso. Prefiro os zumbis de Daybreak, os veteranos de O método Kominsky ou ainda ver o final da história de Suits – tudo estreando agora. #mejulguem

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

Chris Evans parece querer bater as marcas de Dwayne Johnson como o cara que mais trabalha em Hollywood. Hoje foi anunciado mais um projeto...

Cinema

Os filmes de Thor sempre estiveram entre os meus favoritos da Marvel. Sim, mesmo aqueles que ninguém gostou. Talvez seja por causa de Chris...

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Você também pode gostar de ler

Streaming

A lista da Netflix para esse mês de julho está bem boa. Tem um monte de coisas, mas eu separei aqueles 10 filmes e...

Streaming

Quando li a sinopse de Toscana, que está na Netflix, logo me lembrei de Um Bom Ano. Pra quem nunca viu, o filme traz...

Streaming

A minha dica especial da semana de cinema é O Peso do Talento, com Nicolas Cage, que está estreando nessa quinta. Surpresa: um filme...

Streaming

Adam Sandler foi um dos primeiros atores a fechar contrato com a Netflix. Desde então fez várias comédias por lá, como o megassucesso Mistério...

Streaming

Todo mundo adora Omar Sy, certo? Ele é ótimo, e seus filmes são sempre interessantes. Então quando li que ele tinha se juntado com...

Streaming

Quando 365 dias estreou, logo no início da pandemia, foi um enorme sucesso. Vinha naquele caminho de soft porn, que de vez em quando...

Streaming

Lembro uma época em que o diretor Jim Jarmusch era “o cara” do momento. Foi nos anos 80, quando fez Estranhos no Paraíso e...

Streaming

Feriado de Páscoa batendo na porta, e em alguns lugares, o frio também. Então, para quem vai ficar em casa nesse feriado prolongado, aqui...