fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Premiações

Meryl Streep solta o verbo durante evento do National Board of Review

Aparentemente as pessoas não estão seguindo muito o roteiro esperado durante uma festa de premiação. Depois do barraco de um crítico contra 12 Anos de Escravidão na última segunda feira, ontem foi a vez de Meryl Streep (como sempre, com uma roupa horrorosa) surpreender  com seu discurso durante o evento do National Board of Review, em Nova York.  Meryl já começou quando entrou no palco  para entregar o prêmio para a melhor atriz Emma Thompson (por Walt nos bastidores de Mary Poppins). Ela vestia um chapéu onde estava escrito, ” vencedor de prêmio”. Este chapéu estava em todas as mesas como uma ação de marketing do filme Nebraska. Meryl chegou  já perguntando “Eu não sou a “vencedora de prêmio”? Isso é tão estranho! ” E a audiência riu muito.Mal sabiam que começaria ali um discurso de 9 minutos.

Streep então fez um discurso sobre Emma Thompson , dizendo que ela era praticamente “uma santa e que considera muito a p…(sim ela falou o palavrão no discurso) que ela coloca em nossa cultura”.  Adicionou ainda que Thompson era “uma raivosa feminista com eu”. Foi então que de forma meio bizarra  começou a falar sobre Walt Disney (que é um personagem no filme pelo qual Emma venceu). Disse, entre outras coisas, que ele era “um racista , um sexista e um anti-semita.” Chegou ainda a ler uma carta  de 1938 de  uma animadora, que dizia que mulheres não deveriam fazer o trabalho de animadoras nos desenho,  somente homens jovens. Mas não parou por aí. Também falou mal da temporada de premiações,  falando que tudo era “realmente ridículo’.  Engraçado, quando ganha os prêmios, ela não fala esse tipo de coisa…

De uma forma bem menos ácida, Emma Thompson, muito chique num pretinho de Alexander McQueen, disse ao receber seu prêmio. “Estou enjoada de gratidão! Não sei o que me deu a força (para este papel). Deve ter sido a permanente no cabelo – o  que significou nada de sexo por alguns meses, é claro”. Ela é ótima não?

Acting about: The 56-year-old screen legend presented the Saving Mr Banks star with the award for Best Actress on the night

8 Comentários

1 Comentário

  1. Eduardo Pepe

    8 de janeiro de 2014 às 11:25 pm

    Meio nada a ver o momento para falar essas coisas sobre Walt Disney…

    • Eliane

      8 de janeiro de 2014 às 11:30 pm

      Concordo plenamente, Eduardo. Ela estava ali para falar sobre Emma Thompson e só.

  2. João Cardoso

    8 de janeiro de 2014 às 11:26 pm

    Na verdade, Meryl sempre fala como ela não gosta das premiações… Esse ano, ela chegou a dizer que era Julia Roberts estar no lugar dela, ou seja, indicada como protagonista.

  3. Fernanda Souza

    8 de janeiro de 2014 às 11:27 pm

    O que importa é que as duas fizeram ótimas atuações esse ano. Emma em “Walt Nos Bastidores de Mary Popins” e Meryl em “Álbum de Família”.

    • Eliane

      8 de janeiro de 2014 às 11:32 pm

      Quanto a isso concordo plenamente, Fernanda.

  4. Rodrigo Souza

    8 de janeiro de 2014 às 11:31 pm

    Não faz muito sentido falar que ela estar fazendo isso porque não estar ganhando esse ano… Três Oscar, oito globo de ouro, além de prêmio do SAG, BAFTA e associações de críticos. Ela não deve ter nem onde botar os prêmios mais. Alias, vi uma entrevista que ela falou que Roberts era a estrela maior do filme (Álbum de Família) e deveria ser considerada “protagonista”.

    • Eliane

      9 de janeiro de 2014 às 12:08 am

      Meryl não fala mal das premiações em eventos onde ela é a vencedora, Rodrigo. Muito pelo contrário, se emociona e agradece em todas as diversas (e merecidas) vezes que ganhou. Só creio que foi injusto ela dizer isso quando estava ali para entregar o prêmio a uma outra atriz.

      • Helena Cardoso

        9 de janeiro de 2014 às 12:20 am

        O que é uma pena é que isso pode ajudar Amy Adams pegar o lugar de Meryl. Por mais que Amy seja ótima atriz e esteja sexy, convincente e divertida em “Trapaça” não supera Streep em “Álbum de Família”. Se fosse para tirar ela, que tira-se para colocar Adele, fabulosa em “Azul é a cor mais quente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

Sob as Águas do Sena teve um grande sucesso em sua estreia na Netflix. Muita gente gostou. Eu achei muito fraco. História absurda, roteiro...

Premiações

O povo de Hollywood fez a festa em Nova York na entrega do Tony, o prêmio maior do teatro. Nessa edição de 2024, The...

Premiações

Os Tony Awards 2024, principal prêmio do teatro mundial, acontecem no próximo domingo, dia 16 de junho, em Nova York. A cerimônia, que será...

Streaming

A comédia romântica Puppy Love estreou há pouco tempo na Prime Video, e chegou a ser o filme mais visto do serviço. Conta a...

Cinema

Praticamente toda a semana estreia algum filme de terror nos cinemas. E a maioria é bem esquecível. A Semente do Mal , que chegou...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Resolvi aproveitar o gancho dos aniversários de Emma Thompson e Emma Watson (que trabalharam juntas em A Bela e a Fera) para homenagear todas...

Streaming

Todo mundo tem suas atrizes prediletas. E, ao fazer essa lista, percebi que todas as minha seis principais, são vencedoras de Oscars. Por isso,...

Streaming

Já escrevi aqui sobre a primeira e a segunda temporadas de Only Murders in the Building. Em ambos os casos, disse que era uma...

Streaming

Only Murders in the Building é a melhor série de comédia que já assisti na vida. Simples assim! Tem um roteiro inteligente, divertido, os...

Streaming

Tempo de Páscoa, tempo de chocolate. E há muitos filmes que mostram o chocolate como atrativo. Uma pena que um de meus preferidos, Quem...

Streaming

Tudo bem que muita gente está preocupada com compras, Natal e até com a Copa. Mas tem muita coisa interessante chegando em dezembro na...

Cinema

Emma Thompson é uma atriz sensacional, com um humor insuperável, e que fica melhor a cada filme. Já disse uma vez que ela tem...

Streaming

Numa daquelas sugestões da Netflix, eu acabei me deparando com Effie Gray  – Uma Paixão Reprimida, um filme de 2014.  Foi quando terminei de...