fbpx

As premiações do fim de semana definem (e embolam) mais a corrida do Oscar

Pode ser Carnaval por aqui, mas nos Estados Unidos as premiações continuam a toda. Só neste fim de semana aconteceram duas. O Annie Awards, para animações, e o Prêmio do Sindicato dos Diretores. Ambos tem significativa importância no cenário cinematográfico e indicam algumas tendências para o Oscar. No caso do Annie, o resultado trouxe uma notícia esperada e uma bem-vinda surpresa. Divertida Mente ficou com o prêmio de melhor filme de animação  e mais outros nove, inclusive o de diretor para Pete Docter. Isso só dá mais certeza que ninguém vai tirar o Oscar dele na categoria este ano. Já a boa surpresa  foi o prêmio de melhor animação independente para a brasileiro O menino e o Mundo, de Alê Abreu. Entre todas as animações indicadas ao Oscar somente Divertida Mente e O Menino e o Mundo foram premiados. Palmas para eles!

A outra premiação do fim de semana,que atraiu todas as atenções por lá, foi a do Sindicato dos Diretores. E, surpreendentemente, Alejandro Iñarritu, se tornou o primeiro diretor da história a ser premiado dois anos seguidos – em 2015 com Birdman e em 2016 com O Regresso. Isso o deixa na posição de favorito, já que desde 1948, quando o prêmio do Sindicato foi criado, somente oito vezes o vencedor não foi o mesmo do Oscar. O caso mais famoso foi o de Ben Affleck em 2013, que ganhou no Sindicato com Argo, mas nem chegou a ser indicado ao Oscar. Os concorrentes de Iñarritu aqui foram Tom McCarthy  por Spotlight: Segredos Revelados,  Adam McKay por A Grande Aposta,  George Miller por Mad Max: Estrada da Fúria e Ridley Scott por Perdido em Marte. Ridley está fora da briga do Oscar já que em seu lugar foi indicado Lenny Abrahamson, por O Quarto de Jack (o que depois de ter visto os dois filmes, acho uma decisão surpreendente)

Pela primeira vez este ano, foi instituído o prêmio de diretor estreante. Steven Spielberg estava lá para entregar para Alex Garland, de Ex-Machina, e em seu discurso disse, que se essa categoria existisse há mais tempo, teria sido entregue para talentos como Orson Welles por Cidadão Kane e John Singleton por Os Donos da Rua.

Entre os vencedores de TV, estavam David Nutter pelo ótimo episódio de Game of Thrones, Mother Mercy (drama); Chris Addison por Election Night, de Veep (comédia); e Dee Rees por Bessie ( filme para TV/minissérie).

Existem 1 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *