fbpx

O pastor mão-boba pede desculpas a Ariana Grande!

Um grande número de celebridades esteve presente ao velório com música da grande Aretha Franklin. Ex-presidentes como Bill Clinton e Barack Obama, grandes nomes da música como Smokey Robinson, Chaka Khan, Jennifer Hudson, Steve Wonder, Faith Hill estiveram lá .

Mas todo mundo falou mesmo foi de Ariana Grande e o assédio que ele sofreu do bispo Charles H Ellis III, durante o evento. Como se pode ver no vídeo abaixo, ele agarra a cantora desde o primeiro momento, segurando insistentemente na curva dos seios. É possível perceber como ela tenta se livrar de todo o jeito, ficando super sem graça.

https://www.youtube.com/watch?v=RyO3icdrJrI

A situação, especialmente vexatória por se tratar de um padre/bispo/ pastor, virou trending topic no twitter, com mais de 90.000 tweets para o hashtag #RespectAriana. E o dito bispo ainda fez uma piada sem graça quando disse que ao ver o nome da cantora, pensou que era um novo prato da rede de comidas Taco Bell. Péssimo!

Depois de todo o barulho, Charles H. Ellis III pediu desculpas. “Nunca foi minha intenção tocar nos seio de mulher alguma…Eu não sei, creio que coloquei meu braço em volta dela. Talvez eu tenha ido muito longe.  Talvez eu tenha  sido muito amigável ou familiar, mas novamente, peço desculpas. Eu abraço todos os artistas, homens e mulheres. Eu abracei todos que estiveram lá, os cumprimentei e abracei. É assim que as coisas são em nossa igreja. Nós somos amor. A última coisa que desejei nesse dia foi ser uma distração. Isso tudo é por Aretha Franklin.”

Ariana não fez comentário algum sobre a situação, nem sobre aqueles que criticaram a roupa que ela escolheu para o evento. Só para deixar claro: independente da roupa que uma jovem de 25 anos vista para qualquer situação, não dá a ninguém o direito de apalpar o seio dela, ok?

Abaixo, a interpretação de Ariana para Natural Woman, um dos maiores sucessos de Aretha Franklin, no funeral.

https://www.youtube.com/watch?v=2sldvNkFPdY

Fotos: @Getty Images

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *