fbpx

A volta dos Velozes e Furiosos, ainda maiores.

 data-srcset

A gente já sabia que seria difícil ser melhor que o filme anterior. Afinal , além de ter uma boa história, Velozes e Furiosos 7 tinha todo o agravante emocional da morte de Paul Walker. Mas a boa notícia é que Velozes e Furiosos 8 que estreia essa semana nos cinemas , é uma diversão sem fim com direito a todas as explosões, lutas, correrias e é claro, carros, que um fã da franquia poderia desejar. Com certeza, espera-se que o filme alcance ainda a maior bilheteria da história da franquia. 

Resultado de imagem para the fate of the furious

O filme já começa com uma corrida daquelas em Cuba. Pode-se dizer que até é uma homenagem aos velhos tempos.  Mas essa é só um aperitivo, uma introdução à lá 007, que serve para mostrar que tudo está bem,  até que a fantástica, maravilhosa e extraordinária vila de Charlize Theron aparece com uma cartada na mão ( que a gente vai demorar para descobrir qual é) que vai fazer Don trair a sua família. É nesse momento que a coisa ganha uns toques muito rocambolescos ficando mais parecido comum filme de Missão Impossível. Afinal, é claro que ela quer a ajuda dele para dominar o mundo com uma arma nuclear, né? Não que isso seja ruim, apenas não é bem aquilo que a gente espera de Velozes e Furiosos. Evitar que o mundo acabe parece um pouco demais para a família né? 

Mas tirando esse detalhe, o que se vê são cenas bem filmadas e editadas. Você realmente não sente as mais de duas horas do filme. Além do mais, há algumas surpresas no meio do caminho, como por exemplo, a participação que já havia sido anunciada de Helen Mirren ( não é spoiler) e outras que são divertidas de perceber ao longo do filme . Já que Don está do “lado negro da força”,  o jeito foi juntar as forças Dwayne Johnson e Jason Statham (que são ótimos), para liderar o grupo, o que funciona muito bem. Também entram na  história, Kurt Russell, retornando como o Sr. Ninguém, e o dispensável Scott Eastwod, que é bonito mas não faz a menor diferença na história. 

Resultado de imagem para the fate of the furious

As cenas em Cuba, Nova York e Rússia (filmadas na Islândia) são todas grandiosas, e o que esses caras fazem com esses carros continua sendo absurdo. É interessante analisar como franquia de Velozes e Furiosos evoluiu (para o melhor ou para o pior, dependendo do seu ponto de vista). O certo é que o final já chama para uma continuação, que segundo Vin Diesel teria anunciado nas redes sociais, seria uma trilogia. Uma história de sucesso sempre.

Resultado de imagem para the fate of the furious

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *