fbpx

Última Viagem a Vegas faz rir muito!!!

Não sou uma pessoa fácil para gostar de comédias! E este ano, foram pouquíssimas que me fizeram rir do início ao fim. Última Viagem a Vegas foi provavelmente a que mais gostei. Ri do início ao fim com estes cinco veteranos que enchem a tela.  Michael Douglas, Robert de Niro, Morgan Freeman, Kevin Kline e Mary Steenburgen dão uma vitalidade incrível a este que já foi chamado de Se beber, não case para a terceira idade. Mas não se engane. Estes velhinhos são tão divertidos que vai ser impossível não rir com eles seja qual for sua faixa etária.

O ponto de partida da história é que Billy (Michael Douglas), um advogado bem sucedido, resolveu se casar. Com uma moça com metade de sua idade. E combina com seus amigos de infância uma despedida de solteiro em Las Vegas. Archie (Morgan Freeman, o melhor deles),  foge de casa, enganando o filho preocupado com sua saúde (Michael Ealy, da série Almost Human), dizendo que foi a um retiro da igreja. Sam (Kevin Kline) recebe da mulher um envelope com uma camisinha e um Viagra, para que ele reencontre a alegria de viver. E finalmente, Paddy, que vive de roupão em casa desde que a mulher morreu. Aliás, este é um problema, pois ele não perdoa Billy por não ter ido ao funeral dela.

Chegando a Vegas, eles se metem em várias situações divertidas até o ápice na festa propriamente dita. Inclusive conhecem uma charmosa e veterana cantora, Diana (Mary Steenburgen), que atrai a atenção de Paddy e Billy.

Os coadjuvantes são ótimos. Destaque para Romany Malco como Lonnie, o “responsável” pelos quatro amigos no hotel e Roger Bart, como Maurice, um transformista, que se torna amigo de Sam. Além do destaque para a cidade, Las Vegas, que há algum tempo não era mostrada de forma tão simpática (apesar de que a promoção do hotel Aria foi um pouco demais…)

Mary Steenburgen

Todos no elenco principal composto por vencedores do Oscar (sim, todos tem pelo menos uma estatueta em casa)tem seus momentos para brilhar. Mas a atuação que fica na memória no final do filme é a de Mary Steenburgen.  Seu personagem apaixonante e verdadeiro é um dos motivos que faz com que você saia do cinema com um sorriso no rosto.

Eliane Munhoz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *