fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Para ver uma inesquecível Julianne Moore, Para Sempre Alice

Muita gente não gosta de ver filmes sobre doenças. Eu era assim. Conforme o tempo vai passando, você vai deixando estes preconceitos de lado. Ainda bem. Senão teria perdido algumas das maiores interpretações do ano, como as dos vencedores do Oscar, Eddie Redmayne (melhor ator em A Teoria de Tudo) e principalmente Julianne Moore, em Para Sempre Alice, que estreia este fim de semana nos cinemas.

No filme, Alice é uma renomada professora de uma universidade, casada e feliz com seus filhos já adultos. Só que ela começa a ter lapsos de memória e se sentir perdida num caminho mais do que conhecido. Quando descobre que sofre de Alzheimer precoce, Alice e sua família terão que aprender a conviver com a doença. Especialmente quando ela começa a se manifestar tão rapidamente.

Desnecessário falar sobre essa atuação fora deste mundo de Julianne Moore. Ela ganhou todos os prêmios (Oscar, Sag´s, Globo de Ouro, BAFTA, Critics Choice, além de outros menos conhecidos). Nada mais merecido. Não só por sua atuação cheia de nuances de Para Sempre Alice como também pela performance histérica de Mapas para as Estrelas, que chegará aos cinemas uma semana depois, no dia 19. Vi os dois filmes no mesmo dia. E só posso dizer, que atriz, que atuações, que perfeição!

Uma cena me chamou muito atenção. É quando vemos frente a frente a mulher que havia recém descoberto a doença e a outra já debilitada pela doença. Realmente nem parecia a mesma mulher, que você mal havia percebido que tinha mudado daquela maneira até aquele momento. Talento é sempre um diferencial! O que devem sentir hoje Michelle Pfeiffer, Julia Roberts, Diane Lane e Nicole Kidman, que recusaram o papel?

Além de Julianne, o resto do elenco também está muito bem, como Alec Baldwin como o marido amoroso (aliás ele dá sorte para as atrizes que fazem suas esposas. Lembra que ele era o marido de Cate Blanchett em Blue Jasmine, que também ganhou todos os prêmios no ano passado?).  Kate Bosworth, Hunter Parrish e Kristen Stewart (apesar de seus constantes maneirismos) também tem bons momentos como os filhos. O filme tem ainda uma história de bastidores emocionante. Um dos diretores, Richard Glatzer, sofre de uma doença chamada de esclerose lateral amiotrófica, que o fez perder a fala. Ele dirigiu o filme inteiro usando um aplicativo que transformava texto em fala. Julianne o homenageou em vários dos discursos da temporada de premiações.

Na foto abaixo, Julianne, Kristen, o diretor Wash Westmoreland e o diretor Richard Glatzer na cadeira de rodas.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Streaming

No sábado, a internet em casa ficou meio capenga então resolvi dar uma olhadinha em dois filmes da Amazon Prime que eu tinha baixado...

Streaming

Carnival Row estreou há uns três anos na Amazon Prime. Era uma daquelas séries que eu sempre pensava em começar a ver, mas acabava...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Sexta-feira é sempre um drama para quem assina os streamings. Boa parte dos lançamentos da semana chega nesse dia. E você fica totalmente confuso...

Streaming

Kristen Stewart não levou o Oscar, mas teve o reconhecimento de algo que eu sempre soube: ela é uma grande atriz. Muita gente não...

Moda

Todos os anos, na semana antes do Oscar, há diversas festas pré-oscar, que são super concorridas. Todas as celebridades estão lá. Esse ano, Saint...

Premiações

Normalmente, todo mundo que faz lista de preferidos do Oscar, menciona quem é o favorito em cada uma das categorias. Eu mesma vou fazer...

Moda

A noite do Critics Choice teve presenças que foram do elegantíssimo até o horrendo. Isso passando pelo totalmente esquisito, rs. Muito nude, alguns vermelhos,...

Streaming

A concorrência entre os streamings está cada vez mais acirrada. Todo mundo buscando conteúdos para atrair a atenção – e o dinheiro – do...

Premiações

O favorito deste ano, O Poder dos Cães, foi o filme que mais conseguiu indicações para o Oscar deste ano.  Foram 12. Os indicados...

Cinema

A vida da princesa Diana já teve um monte de versões. Virou até musical da Broadway, que está disponível na Netflix. Mas as mais...