fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Para se emocionar novamente com Downton Abbey

Durante seis temporadas acompanhei com carinho as histórias de Downton Abbey. A série me fez chorar, rir, e admirar a reconstituição de época e o roteiro primoroso. Isso sem contar as atuações incríveis, com destaque óbvio para Maggie Smith como Lady Violet. Você com certeza já viu alguns dos memes usando a personagem e suas tiradas ótimas na internet. Acabei ficando um tempo “de luto” quando a série terminou em 2016, mas agora é tempo de comemorar. Afinal, Downton Abbey – O Filme estreia essa semana nos cinemas. E é bom demais!!

A história

Dois anos se passaram desde que vimos os Crawley pela última vez. Mas é como se tivesse sido ontem. Tudo está igual. Só que o tema logo de início se apresenta. Downton vai receber os reis da Inglaterra por uma noite e isso coloca todos em polvorosa. Para os empregados, representará um grande desafio, já que os servos do rei querem dominar completamente a propriedade, inclusive a cozinha da Sra. Patmore (Lesley Nicol). Para colocar as coisas em ordem, Mary (Michelle Dockery) tem que chamar Jim Carter(Carson) de volta da aposentadoria. Além disso, há um outro agravante familiar. Uma prima da família (Imelda Staunton, que é casada com Jim Carter na vida real) é a dama de companhia da rainha, e têm algumas diferenças com Lady Violet.

A crítica

A série fez aqueles que acompanhavam como eu amar esses personagens com todos os seus defeitos e virtudes. E, é claro, todos têm seus conflitos aqui, uns com mais importância, outros com menos. O filme, apesar de um pouco menos novelesco, e com momentos legitimamente divertidos, dá aos fãs aquilo que eles esperavam. Os personagens continuam os mesmos, apesar da passagem do tempo que iria mudar a forma da realeza viver. Mas Julian Fellowes, o criador da série e autor do roteiro do filme, dá algumas pistas do que estaria por vir. Especialmente no arco de Barrow (Rob James-Collier), que tem uma espécie de romance, e o discurso final de Lady Violet. Maggie Smith me emocionou tanto, que saí do cinema com a cara inchada de chorar.

Aqueles que não acompanhavam a série não terão problema de entender a história. Só que é um filme diferente de tudo que você vê hoje em dia por aí. Têm glamour, beleza, educação, nostalgia. Pode me chamar de alienada, mas amei ver tudo isso na tela do cinema por duas horas. O mundo pareceu mais bonito depois disso – por alguns minutos.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Cinema

Já faz muito tempo que o Brasil tenta, tenta, e não chega lá entre os finalistas do Oscar. A última vez foi no século...

Cinema

Muita coisa boa chegando no streaming e no cinema. Começando pelo cinema, eu já aviso que sou mega fã dos dois filmes dos Caça-Fantasmas...

Cinema

Os dois filmes de Caça-Fantasmas, produzidos nos anos 80, são divertidos e deliciosos companheiros de tardes de toda uma geração. Atualmente estão disponíveis no...

Cinema

Tenho uma certa dificuldade de lidar com gente que fala demais. Daquele tipo que adora ouvir sua própria voz, sabe como é? Então para...

Cinema

Para mim, Downton Abbey é uma das melhores séries já feitas. É um novelão, com um refinamento inglês, e ainda um aspecto histórico interessantíssimo....

Cinema

Lembro bem quando estreou na Broadway Querido Evan Hansen. Foi um grande sucesso. Seu protagonista, na época o quase desconhecido Ben Platt, ganhou o...

Cinema

Filmes de ação estrelados por mulheres se tornaram praticamente um novo gênero no streaming. É só pensar em Charlize Theron (Atômica ainda é o...

Streaming

A Netflix tem lançado todos os meses diversos filmes que se enquadram no suspense psicológico. Ou seja, aquele tipo de filme em que a...