fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Os prós e os contras do novo Independence Day

Gosto muito do primeiro Independence Day, lançado há 20 anos. Sempre que ele é exibido na TV, dou uma paradinha para acompanhar. Acho divertido, emocionante e, por mais que digam que é americanista, adoro o discurso de Bill Pullman como o presidente, chamando todos para lutar. Como todo o mundo, tive muito medo do que poderia vir com a sequência Independence Day: O Ressurgimento, que estreia esta semana nos cinemas. Depois de assisti-lo posso afirmar que, sem sombra de dúvida, ele é bem inferior ao primeiro. Mas é ok, tem algumas boas cenas, que funcionam bem em 3D, alguns personagens pelos quais todos  nós temos um certo carinho, e ainda o lindinho Liam Hemsworth.

20 anos se passaram também na história. O mundo mudou e agora as nações da Terra têm colaborado em um programa de defesa para proteger o planeta. Isso inclui mesmo uma estação espacial, onde o jovem piloto Jake Morrison trabalha. Só que alguma está acontecendo, e os alienígenas estão voltando, prontos para destruir tudo. Com isso, velhos heróis como o presidente Whitmore e o estudioso David Levinson têm que voltar à ativa para conseguir derrotá-los novamente.

Muito se falou na época do início da produção sobre a ausência de Will Smith, que teria pedido 50 milhões para dois filmes. Sim, porque o final já deixa claro a intenção de mais uma sequência. Mas o personagem de Will, o capitão Steven Hiller, não foi esquecido. Aparece em fotos, quadros e também é lembrado pela aparição de Jasmine Hiller (Vivica A.Fox), sua mulher no primeiro filme, e Jessie T. Usher como a versão crescida do garotinho Dylan. Com ele, junta-se ao núcleo jovem  Maika Monroe como Patricia Whitmore , a filha do presidente que era  também pequena no filme anterior. Na época, ela foi interpretada pela atriz Mae Whitman, que nem foi convidada para assumir o papel novamente, provocando alguns protestos na internet. Agora, a garota deixou para trás seu sonho de ser piloto para ficar perto do pai, e trabalha na Casa Branca. Ela está noiva de Jake (Liam Hemsworth), que é o grande astro do filme.

E, é claro, os representantes da velha guarda também brilham. Bill Pullman começa o filme velho e enfraquecido, mas também é obvio que conforme o perigo cresce, ele terá novamente seu momento de herói. Jeff Goldblum continua divertido com seu jeito nerd, mas Margaret Colin, que fazia a ex-mulher com quem ele se reconciliava no final, simplesmente não é nem mencionada. O seu interesse amoroso da vez é a francesa Charlotte Gainsbourg, que parece mais perdida do que cego em tiroteio no meio de uma grande produção com essa. E o melhor de todos  continua sendo Judd Hirsch, como Julius, pai de David. Para mim é responsável pelos melhores e mais divertidos momentos do filme. Como curiosidade, repare que parece que o tempo não passou para ele.

Os efeitos dos aliens, que aparecem muito mais na continuação, são obviamente mais modernos e detalhistas.  Só que o roteiro que antes era tão simples e objetivo, aqui dá voltas e mais voltas, atrapalhando o resultado final. Toda a história da bola branca, por exemplo, era  bem dispensável. Não é à toa que, “diz a lenda”, Susan Sarandon recusou um papel (provavelmente o da nova presidente feita pela sempre classuda Sela Ward), porque achou o  roteiro incompreensível. Rsrs, faz sentido!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

Em 2020, uma semana antes de tudo fechar por causa da pandemia, Aprendiz de Espiã estreou nos cinemas. Não fez um enorme sucesso porque...

Streaming

Há várias boas séries de true crime com atores (não estou falando de documentários) disponíveis no streaming. Entre as melhores estão A Escada (MAX),...

Cinema

Eu acompanhei boa parte da batalha contra o câncer de Shannen Doherty. Ela faleceu no último dia 13, aos 53 anos, vítima da doença...

Streaming

Nesse dia 20 é celebrado o Dia do Amigo. E toda mulher sabe a importância da melhor amiga, não é mesmo? Então, fica a...

Streaming

A gente já ouve falar de A Mulher no Lago há algum tempo. A minissérie estreou ontem (17) na Apple TV Plus, com dois...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Will Smith caiu em desgraça com Hollywood depois do escândalo do Oscar (relembre aqui). E qual a melhor maneira de recuperar seu prestígio do...

Premiações

A categoria de ator coadjuvante provavelmente é a mais certa de todo o Oscar. Ke Huy Quan, o garotinho de Indiana Jones e o...

Premiações

Hoje em dia, o entretenimento tem várias organizações que premiam filmes e séries. E nesse sábado aconteceu mais um evento que escolheu os melhores...

Cinema

É interessante perceber que alguns dos melhores filmes de grandes diretores mostram a influência do cinema em suas vidas quando crianças. Um de meus...

Streaming

A Apple TV Plus vai trazer o primeiro filme de Will Smith pós-tapão de Oscar. Dizem até que o ator tem uma atuação tão...

Séries

A volta de Henry Cavill como Superman, que teve seu primeiro momento em Adão Negro,  com certeza iria provocar algumas mudanças na carreira do...

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Cinema

Me lembro perfeitamente a sensação de deslumbre quando vi o primeiro Jurassic Park lá nos anos 90. Os dinossauros eram perfeitos e você se...