fbpx

Os Órfãos é uma grande decepção!

 data-srcset

Fiquei bem interessada quando vi os materiais de divulgação de Os Órfãos. Afinal, era um filme de terror baseado em história clássica de Henry James. O poster e o trailer também prometiam. Isso sem contar o elenco. Mackenzie Davis, que eu acho ótima; Finn Wolfhard, de Stranger Things; e ainda a garotinha Brooklynn Prince que tinha arrasado em Projeto Flórida. Mas, quando terminei de ver o filme, que estreia esta semana nos cinemas por aqui, que decepção!

Os Outros, Os Inocentes e A Volta do Parafuso

Confesso que esperava algo na linha de Os Outros, aquele filme com Nicole Kidman de 2001. Afinal o princípio era similar. Uma mulher, duas crianças, uma casa mal assombrada. Mas é tudo bem diferente em Os Órfãos. Na verdade, ele é baseado em um livro muito conhecido de Henry James chamado A Volta do Parafuso. Este já havia sido filmado em 1961,  com o título de Os Inocentes, e estrelado por Deborah Kerr. E é ótimo, um dos mais assustadores que já vi. A história é sobre uma governanta que vai morar em uma mansão para cuidar de duas crianças. Quando chega lá começa a descobrir sinistros segredos, e que fantasmas estão se apossando do corpo das crianças. É o mesmo princípio de Os Órfãos, a naõ ser que este se passa nos anos 90, enquanto Os Inocentes acontecia em 1860.

Só que o que em Os Inocentes era totalmente sugerido e assutador, aqui em Os Órfãos é chato e mal resolvido. Mesmo com os atores sendo ótimos, especialmente  a coitada da Mackenzie Davis, que tem mais uma fracasso na carreira depois do último Exterminador, a coisa não funciona. Dá sono! Especialista em dirigir vídeos de música, a italiana Flora Sigismondi  tenta assustar com truques baratos, e estraga todo o possível clima da história. Mas nada foi pior do que o final. É daqueles que deixa a gente com raiva na saída do cinema.

O jeito agora será esperar pela segunda temporada de A Maldição da Residência Hill, que se chamará A maldição de Bly Manor (ou algo similar) e que vai abordar – de alguma maneira – essa mesma história. Se for tão bem sucedida como a primeira temporada, vai valer a pena esperar. Sai ainda esse ano na Netflix.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *