fbpx

O triunfo esquecido de Julia Roberts

O Retorno de Ben estreou no Festival de Toronto, e chegou a ser aplaudido no meio da história. Todo mundo fez inúmeros elogios para a atuação de Julia Roberts, além da de Lucas Hedges. Mas depois o filme foi sumindo, e acabou não conseguindo indicações importantes na Temporada de Premiações. A razão? Não tenho a menor ideia. Menos ainda sobre como Julia e Lucas ficaram de fora, enquanto Yalitza Aparicio e Sam Rockwell foram lembrados no Oscar. Coisas de Hollywood. Mas o que eu posso dizer é que os dois arrebentam, especialmente Julia, em O Retorno de Ben, que estreia essa semana nos cinemas. Vale ser visto.

A história

O filme conta a história de Ben Burns (Lucas Hedges). Ele é um jovem que deixa a clínica de reabilitação onde recebe tratamento para curar seu vício de drogas. Ele está limpo há 77 dias, e decide voltar para a casa de sua família para passar com eles a noite de Natal. Sua mãe, Holly (Julia Roberts), o recebe com todo amor, porém logo percebe que ele ainda pode trazer perigo para seu lar. Durante 24 horas que podem mudar sua vida para sempre, Holly deve fazer de tudo para impedir que sua família seja destruída.

A crítica

Assim como Querido Menino, que estreou nos cinemas há algumas semanas, O Retorno de Ben mostra o drama dos pais ( aqui no caso a mãe e lá o pai) ao lidar com filhos que se viciaram em drogas. No caso de O Retorno de Ben, o filme é dividido em duas partes. A primeira é a chegada de Ben, e a dificuldade de todos para se adaptar à sua presença. A segunda, #semspoilers, é quando mãe e filho saem em busca do cachorro fofo. A primeira é melhor, fica mais concentrada naquele ambiente familiar, onde os atores têm mais oportunidades de brilhar.

O elenco

E como brilham! Começando pelos coadjuvantes! Courtney B. Vance como o padrasto de Ben traz uma dignidade incrível. Já Kathryn Newton (de Big Little Lies), também têm ótimas cenas como a irmã de Ben. Lucas Hedges, que teve outro filme importante este ano (Boy Erased), têm ótimas cenas como Ben. Repare na da igreja. É fenomenal. O filme é dirigido pelo  pai de Lucas, Peter Hedges. Diz a lenda que ele nem havia pensado no filho para o papel. Quem teria insistido que ele fosse Ben foi Julia Roberts, que tinha gostado do trabalho do garoto em Manchester à Beira-Mar. 

E, é claro, Julia. Talvez esse seja seu melhor trabalho como atriz. Se não, está entre os três melhores, junto com The Normal Heart e Uma Linda Mulher. Repare nos momentos de tensão que a fazem explodir, no nervosismo que a faz falar sem separar, e na emoção da primeira vez que vê o filho. Isso, é claro, sem contar o final. Grande atriz, incrível atuação!

Fotos de divulgação

 style
 style

Existem 1 comentários

  1. Esqueceu de citar Álbum de Família, Closer e principalmente Erin Brockvick, q estão entre os melhores trabalhos da Julia.

    E nunca na vida q Yalitiza era a mais fraca em Melhor Atriz, se alguém fosse sair que fosse a Gaga, boa mas um tanto ofuscada pelo Cooper.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *