fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

O espetáculo triste de Querido Evan Hansen nos cinemas

Lembro bem quando estreou na Broadway Querido Evan Hansen. Foi um grande sucesso. Seu protagonista, na época o quase desconhecido Ben Platt, ganhou o Tony de melhor ator. A peça levou ainda outros cinco prêmios, inclusive melhor musical do ano. Há muito tempo que Hollywood fala de uma versão para o cinema. E finalmente a hora chegou. Querido Evan Hansen estreia nessa quinta (11) nos cinemas. É um musica, longo, denso, e emocionante. Vale a pena conhecer. Se você não tem preconceitos com musicais, claro.

Evan Hansen (Ben Platt) é um jovem ansioso e com dificuldades de se conectar com outras pessoas. Só que num determinado momento, ele é levado para uma situação de mentiras. E o grande problema é que isso o leva a viver a vida que sempre sonhou. Inclusive com popularidade, uma família presente, e a garota com quem sempre sonhou. Mas isso tem um custo alto.

O que achei de Querido Evan Hansen?

A crítica americana destruiu Querido Evan Hansen. Disse que o filme não funciona, e que tenta obter lágrimas de todas as formas. Acabaram até com Ben Platt, porque ele é dez anos mais velho do que o personagem. Devo dizer que descordo  de vários pontos. Especialmente das críticas à atuação de Platt. Não sou grande fã dele – especialmente depois de The Politician. Mas aqui, o ator arrasa como Evan. Claro, é um personagem que lhe é bem conhecido. Mas há um trabalho de composição ali. Desde o cabelo, até a expressão corporal, passando pelos trejeitos. Me convenceu.

Também não senti as 2h17 minutos de duração – mas, claro, sou fã de musicais. Entretanto, acho que uns 17 minutos a menos faria bem ao desenvolvimento da história. E ainda o tornaria mais palatável  para a maioria dos gostos. Mas me envolvi com a jornada de Evan Hansen.. Especialmente com a forma como a mentira de Evan toma proporções inesperadas.  E sua reação com relação a isso.

As músicas são bonitas, apesar que nenhuma delas ficou em minha mente. E, claro, preciso falar do resto do elenco. Um filme que reúne as duas ruivas mais famosas e premiadas do cinema atual tem que ser especial. Tanto Julianne Moore quanto Amy Adams arrasam como a mãe e a figura materna especial de  Evan. Ambas cantam em momentos também emocionantes. Já Kaitlyn Dever  (Inacreditável) e Amandla Stenberg (O Ódio que Você Semeia) não comprometem, mas estão apenas corretas. Surpreendentemente (pelo menos para mim), eu adorei duas outras atuações. Nik Dodani como o amigo Jared, que trouxe sempre um bem-vindo alívio cômico. E Danny Pino – sim, ele mesmo de Law and Order: Special Victims Unit. Foi ele quem provocou meu único momento de choro do filme.

E no final…

Talvez Querido Evan Hansen  apele de maneira obcecada aos sentimentos, às emoções. Talvez seja difícil você gostar do personagem principal. E se você não gosta de musical, menos ainda. Mas, eu me deixei levar por essa história emocionante. Gostei mesmo!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Uncategorized

Você também estava esperando muito para ver Casa Gucci? Bom, ele é o grande lançamento da semana no cinema. E vai mostar os bastidores...

Cinema

O filme só chega em 2022. Mas hoje (23), a Universal disponibilizou os cinco primeiros minutos de Jurassic World:  Domínio. É chamado de prólogo....

Cinema

Já faz muito tempo que o Brasil tenta, tenta, e não chega lá entre os finalistas do Oscar. A última vez foi no século...

Cinema

Wes Anderson tem um estilo todo especial. Tem pelo menos uma grande obra-prima, Ilha dos Cachorros (disponível no Star Plus) . Também tem outros...

Cinema

Muita coisa boa chegando no streaming e no cinema. Começando pelo cinema, eu já aviso que sou mega fã dos dois filmes dos Caça-Fantasmas...

Cinema

Os dois filmes de Caça-Fantasmas, produzidos nos anos 80, são divertidos e deliciosos companheiros de tardes de toda uma geração. Atualmente estão disponíveis no...

Cinema

Eu não li coisa alguma sobre Noite Passada em Soho antes de assistir. Sugiro que faça a mesma coisa. Rsrs, mesmo com o risco...

Cinema

Tenho uma certa dificuldade de lidar com gente que fala demais. Daquele tipo que adora ouvir sua própria voz, sabe como é? Então para...