fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

O drama As Sufragistas chega aos cinemas

O título, apesar de ser uma tradução literal do original, não ajuda. Garanto que a a maioria da população, mesmo a que frequenta os cinemas, é provavelmente não tem ideia do seu significado. Para estas pessoas, aqui vai a explicação: sufragista é aquele que defende a extensão dos votos a todos, sem distinção de raça, sexo, poder econômico, origem etc. Estreando nos cinemas neste Natal, As Sufragistas trata justamente disso. Ou como um grupo de mulheres inglesas lutou (mesmo) contra tudo e contra todos para conseguir o direito ao voto no início do século 20.

Elas desejam tanto ter  poder de fazer suas próprias escolhas, que estão sempre se arriscando a perder tudo. E uma delas, Maude (Carey Mulligan) entra nessa história  quase sem querer. No início, ela é praticamente levada por uma colega de trabalho, seguindo as instruções da líder de sua célula, Edith (Helena Bonham-Carter). Só que depois de um certo tempo, ela não vai hesitar em enfrentar homens como um inspetor da polícia (Brendan Gleeson) ou seu próprio marido (Ben Whishaw, o Q dos filmes de 007).

O filme é informativo e obviamente bem feito, apesar de demorar um pouco para efetivamente começar, mostando o real envolvimento de Maude na história. Creio que é um problema da construção do personagem. Há outros, mais determinados e interessantes, que poderiam ser o centro da história, deixando-a um pouco mais dinâmica. Maude é meia sem sal e por isso mesmo tem em Carey Mulligan uma excelente intérprete. A atriz foi indicada a vários prêmios, inclusive o London Critics e o BIFA (British Independent Film Awards) por esse papel. Apesar disso, é dela uma única cena que realmente me emocionou, que envolve Maude e o filho pequeno. Já a participação de Meryl Streep é mínima,  apesar dela aparecer no cartaz do filme. Tem uma única  cena de alguns minutos como a líder das sufragistas.

No final, é até um bom filme, só que um tanto frio demais para o meu gosto.Especialmente pelo assunto que trata, ainda tão atual. Quando a ação termina, um letreiro mostra as datas em que as mulheres conseguiram o direito ao voto no mundo inteiro (inclusive no Brasil). Por incrível que pareça, ainda há países que só liberaram neste século. E ainda faltam vários…

2 Comentários

1 Comentário

  1. Eduardo Pepe

    23 de dezembro de 2015 às 3:32 pm

    Uma correção: Carrey foi indicada ao BIFA (British Independent Film Awards), ela ate pode ser indicada ao BAFTA, mas os indicados ainda não foram revelados. Alem do mais, o filme estar na corrida para conseguir indicações ao Oscar de atriz (Carrey), roteiro e figurino.

    • Eliane

      24 de dezembro de 2015 às 12:31 am

      Você está certo, Eduardo! Obrigada, já vou arrumar no texto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

Em 2020, uma semana antes de tudo fechar por causa da pandemia, Aprendiz de Espiã estreou nos cinemas. Não fez um enorme sucesso porque...

Streaming

Há várias boas séries de true crime com atores (não estou falando de documentários) disponíveis no streaming. Entre as melhores estão A Escada (MAX),...

Cinema

Eu acompanhei boa parte da batalha contra o câncer de Shannen Doherty. Ela faleceu no último dia 13, aos 53 anos, vítima da doença...

Streaming

Nesse dia 20 é celebrado o Dia do Amigo. E toda mulher sabe a importância da melhor amiga, não é mesmo? Então, fica a...

Streaming

A gente já ouve falar de A Mulher no Lago há algum tempo. A minissérie estreou ontem (17) na Apple TV Plus, com dois...

Você também pode gostar de ler

Cinema

A gente não conhece nem uma parte desses grandes heróis que mudaram a história, salvando tantas pessoas durante várias guerras. E Hollywood, ainda bem,...

Streaming

Saltburn, que estreou na Prime Video hoje, vem dividindo as opiniões de forma bem definitiva. Há os que adoram, e os que detestam. Confesso...

Cinema

Já faz tempo que o Oscar está devendo uma estatueta para Bradley Cooper. Sinceramente, acho que ele deveria ter levado com Nasce uma estrela....

Premiações

Os Gotham Awards são prêmios de cinema americano, entregues anualmente aos produtores de filmes independentes em uma cerimônia na cidade de Nova York. É...

Streaming

Já escrevi aqui sobre a primeira e a segunda temporadas de Only Murders in the Building. Em ambos os casos, disse que era uma...

Gossip

Logo que saíram as primeiras fotos de Bradley Cooper no filme Maestro, todo mundo ficou impressionado sobre como o ator tinha ficado parecido com...

Streaming

Only Murders in the Building é a melhor série de comédia que já assisti na vida. Simples assim! Tem um roteiro inteligente, divertido, os...

Streaming

Tempo de Páscoa, tempo de chocolate. E há muitos filmes que mostram o chocolate como atrativo. Uma pena que um de meus preferidos, Quem...