fbpx

Negação é uma história real para fãs de filmes de tribunal

Existem algumas história reais que parecem muito mais absurdas do que qualquer uma que saia da cabeça de um roteirista. Pensei nisso enquanto assistia Negação, que estreou nos cinemas esta semana. Vale muito conhecer! Conta a história de uma professora e historiadora americana, que detona em um de seus livros um dito historiador, que tenta desacreditar a ideia que o Holocausto ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial. Isso mesmo, mais de 70 anos depois, esse “especialista” inglês alega que essa foi uma história inventada pelos judeus. Na verdade, é uma bela alegoria sobre essas pessoas que descobrem uma brecha na imprensa para contar suas histórias de modo a se promover às custas da verdade. Tantos políticos de diferentes nacionalidades já usaram essa estratégia não é mesmo?

Resultado de imagem para denial movie

Aqui no caso, a historiadora é Deborah Lipstad, feita com a competência de sempre pela linda Rachel Weisz. Ela é processada numa corte inglesa por chamá-lo de mentiroso (entre outras coisas) pelo escritor David Irving (o também ótimo Timothy Spall). E nas cortes inglesas, ao contrário da maioria, você é considerado culpado até que prove sua inocência. Então Deborah  tem que contratar defensores ingleses (entre eles Tom Wilkinson e Andrew Scott), que tem atitudes muito diferentes no tribunal do que ela poderia esperar.

Imagem relacionada

A história segue caminhos realmente chocantes e inesperados. Como alguém pode mentir e “brincar” com um assunto como esse? As cenas mostradas em Auschwitz nos dias de hoje foram realmente filmadas no local. Se você gosta de filmes de tribunal, prepare-se para boas cenas. Se gosta de história reais, terá aqui um prato cheio. Se deseja ver grandes atuações, vai adorar Negação. Mas, mais importante, se é um estudioso ou mesmo apenas um admirador da história do mundo, prepare-se para ficar bem chocado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *