fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Homem Irracional é um Woody Allen menor.

Eu gosto muito dos filmes de Woody Allen. Alguns mais do que outros. Tenho adoração por aqueles da Fase Mia Farrow, como A Era do Rádio, Sonhos Eróticos de uma Noite de Verão, Zelig e, principalmente, A Rosa Púrpura do Cairo. Dos recentes, gosto muito de Magia ao Luar, Vicky Christina Barcelona e Meia-Noite em Paris. Assim fiquei muito curiosa para assistir Homem Irracional, que estreia esta semana nos cinemas. Mas devo dizer que ele vai se juntar aos menos favoritos na minha lista de filmes do diretor.

Creio que o problema são os diálogos infindáveis sobre a busca do sentido da vida. Pessoalmente, não tenho muita paciência com esse tipo de coisa. A partir do momento em que o personagem de Joaquim Phoenix acha  finalmente um sentido para a sua vida e a história começa a seguir uma linha policial, o filme acha seu ritmo e melhora sensivelmente. Mas aí já havia passado do meio.

A sinopse oficial conta a história de Abe (Joaquin Phoenix), um professor em meio a uma crise existencial e que redescobre a vontade de viver. Logo após voltar a dar aulas em uma pequena cidade, Abe se envolve com duas mulheres: Rita (Parker Posey), uma colega de trabalho; e Jill (Emma Stone), sua melhor aluna. Mesmo quando Abe mostra sinais de desequilíbrio mental, a fascinação de Jill por ele só aumenta. O problema é que quando decide abraçar novamente a vida, Abe desencadeia uma série de eventos que afetará não só a ele, mas também a Jill e Rita para sempre.

Sempre acho interessante que em vários casos, o alter ego de Allen acaba falando igualzinho a ele. Repare nos momentos em que Joaquin Phoenix assume a função de narrador. É impressionante! Todo o elenco está bem, com Emma Stone brilhando até mais do que em Magia ao Luar.

Uma pena que o filme demora a “engrenar”.

O diretor e suas estrelas, Emma Stone e Parker Posey, no último Festival de Cannes

1 Comentário

1 Comentário

  1. alfredo sternheim

    30 de agosto de 2015 às 2:38 pm

    Eliane, embora tenha uma opinião diferente sobre o filme, envio meus parabéns: você falou do filme sem entregar uma parte importante na trama. Já outros críticos não tiveram esse teu cuidado. O teu texto tem respeito pelo filme, Allen e o espectador/leitor. Um respeito que, infelizmente, anda ausente na mídia especializado. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

Hoje é dia de rock, bebê! O cinema já fez várias biografias de grandes nomes do rock. E nesse dia internacional do rock, aqui...

Streaming

Glen Powell é o cara que está em todas. Só nesse ano, teve três filmes super comentados. Todos Menos Você, Assassino por Acaso e...

Cinema

Um de meus filmes favoritos de desastre (um gênero que gosto muito) é Twister, de 1996. Acho que tem um roteiro arrumadinho, que consegue...

Cinema

As comédias românticas encontraram uma casa – e um público fiel – no streaming . Por isso, é interessante – e uma bem-vinda surpresa ...

Cinema

Já começo avisando que Maxxxine é a parte final de uma trilogia. Apesar de ter sido filmado em ordem diferente, cronologicamente ele começa com Pearl(...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Resolvi aproveitar o gancho dos aniversários de Emma Thompson e Emma Watson (que trabalharam juntas em A Bela e a Fera) para homenagear todas...

Premiações

O oscar 2024 teve poucas surpresas. Como se esperava, Oppenheimer foi o grande vencedor da noite com sete estatuetas, inclusive filme, diretor (Christopher Nolan)...

Moda

O red carpet do Oscar teve um claro predomínio da cor preta nos vestidos. Muita gente resolveu ir pelo caminho mais certo da elegância....

Premiações

Nesse domingo tem Oscar, e mais uma vez, provavelmente, a minha opinião e a da Academia serão bem diferentes, rsrs. Quem segue o Blog...

Streaming

Todo mundo tem suas atrizes prediletas. E, ao fazer essa lista, percebi que todas as minha seis principais, são vencedoras de Oscars. Por isso,...

Cinema

Pobres Criaturas, que estreia no cinema nesta quinta, concorre a 11 Oscars. Se o Oscar fosse justo (pouco provável), levaria a maior parte deles,...

Premiações

A maioria das premiações do Critics Choice foi um tanto óbvia como já vem se desenhando há algum tempo. Oppenheimer, Succession, The Bear e...

Premiações

Hoje saíram as indicações dos dois sindicatos mais importantes de Hollywood, o dos atores e o dos diretores. E a mensagem mais clara foi...