fbpx

Edgar Ramirez, Olivier Assayas e o trabalho em WASP Network

Uma das grandes vantagens da Mostra Internacional de São Paulo é que possibilita a você ver filmes que só entrarão em cartaz daqui a um tempo, em primeira mão. É o caso, por exemplo, do filme que abriu a Mostra de 2019, Wasp Network, ainda sem título em português. Ele é produzido pela empresa do brasileiro Rodrigo Teixeira, a RT Features, responsável por grandes sucessos internacionais como A Bruxa e Me Chame pelo seu Nome. Wasp Network é dirigido por Olivier Assayas, de  filmes como Acima das Nuvens e Personal Shopper, e estrelado por Edgar Ramirez. A história é baseada no livro do brasileiro Fernando Morais, Os Últimos Soldados da Guerra Fria, lançado em 2011.

A história

Aliás , o produtor Rodrigo Teixeira contou uma história bem interessante para a imprensa presente no lançamento do filme na Mostra. Ele disse que conseguiu os direitos do livro para o cinema quando Morais ainda estava escrevendo. Morais precisava de dinheiro para finalizar sua pesquisa e Rodrigo aceitou investir no livro, vislumbrando já a ideia do filme.  A história é sobre a incrível aventura real de espiões cubanos em território americano.  Revela os tentáculos de uma rede terrorista com sede na Flórida e ramificações na América Central. E ainda conta com o apoio tácito nos Estados Unidos de membros do Poder Legislativo e com certa complacência do Executivo e do Judiciário.

O filme fala sobre isso, mas se concentra nas histórias pessoais de cada um deles. É o caso Rene Gonzalez (Edgar Ramirez) e sua esposa Olga (Penelope Cruz); Juan Pablo Roque (Wagner Moura, charmoso demais) e Ana Margarita (Ana de Armas);  Jose Basulto (Leonardo Sbaraglia) e ainda Gerardo Hernandez (Gael Garcia Bernal). Cada um deles representa uma ponta dessa história política, mas o que vai manter você interessado são mesmo os problemas que cada um deles irá enfrentar. Especialmente Rene e Olga, que reúne Edgar Ramirez e Penelope Cruz depois que fizeram Gianni e Donatella Versace em American Crime Story: Versace.

A entrevista

O filme esteve presente em vários Festivais antes de chegar à Mostra, como Veneza e Nova York. E o diretor Olivier Assayas e o astro Edgar Ramirez conversaram comigo sobre a experiência não só dos festivais, mas também de filmar essa aventura quase 10 anos depois do premiado Carlos. Veja abaixo, foi muito legal:

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *