fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Dois pequenos filmes que chegam ao cinema

No jargão cinematográfico, filme pequeno quer dizer “de baixo orçamento, destinado a um público que gosta de cult movies, mais dramáticos, e ditos mais artísticos”. Pois bem, levando isso em conta, nessa semana, dois filmes que se encaixam nessa descrição estreiam no cinema. São eles o nacional Tia Virgínia e a coprodução Inglaterra/Grécia, How to have sex. Gostei muito de um, e achei o outro deprimente demais. Mas, já aviso, se você se interessar, corra para o cinema, porque em geral, esse tipo de filme não fica muito tempo em cartaz.

Tia Virgínia

Esse é o que achei deprimente. O filme conta a história de três irmãs que se reúnem pela primeira vez no Natal após a morte do pai. A mãe está de cama, e não fala, nem se movimenta. Virginia (Vera Holtz) é a que mora com ela. As duas irmãs,  Valquíria (Louise Cardoso) e Vanda (Arlete Salles) chegam com as famílias para a data. Só que as três irmãs tem segredos e mágoas que virão à tona durante o período da festa. E confrontos físicos e verbais se seguirão.

Tia Virgínia desaba então para uma viagem ininterrupta e claustrofóbica de ressentimento, raiva, inveja e amargura. Há somente alguns momentos de humor, que ficam mais a cargo da ótima Daniela Fontan como a sobrinha. Entretanto na maior parte, é uma mágoa só. E o diretor não deixa de mostrar quase somente. Somente uma cena, justamente a mais interessante do filme, é feita a portas fechadas. As três atrizes veteranas estão sensacionais nesse quase teatro filmado. Mas, confesso que foi difícil chegar até o fim (que devo dizer, me parece pouco provável).

How to have sex

Já aviso que o título engana, tá? O filme mostra muito pouco de como ter sexo, é mais um drama sobre três adolescentes britânicas que passam um feriado juntas numa cidade praiana. Elas bebem (muito), vão a boates e namoram naquele que deveria ser o melhor verão de suas vidas. Só que enquanto dançam pelas ruas ensolaradas de Mália, eles se veem navegando pelas complexidades do sexo, do consentimento e da autodescoberta.

O filme passou na mostra Un Certain Regard do Festival de Cannes ( e ganhou o prêmio de direção para Molly Manning Walker). Ele pinta um retrato doloroso da idade adulta jovem e de como as primeiras experiências sexuais deveriam – ou não – acontecer. Tem atuações poderosas do elenco jovem, principalmente a atriz principal. Mia McKenna-Bruce, como Tara, tem um daqueles momentos que transformam uma atriz em estrela (indicada Ao British Independent Awards). Repare na cena do taxi –  ela está maravilhosa.

O filme tem uma fotografia sensacional, e um roteiro inteligente. Há momentos que você vai dar risada, outros que vai se revoltar, e ainda alguns para se emocionar. Mas não vai deixar ninguém indiferente no cinema.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Premiações

O povo de Hollywood fez a festa em Nova York na entrega do Tony, o prêmio maior do teatro. Nessa edição de 2024, The...

Premiações

Os Tony Awards 2024, principal prêmio do teatro mundial, acontecem no próximo domingo, dia 16 de junho, em Nova York. A cerimônia, que será...

Streaming

A comédia romântica Puppy Love estreou há pouco tempo na Prime Video, e chegou a ser o filme mais visto do serviço. Conta a...

Cinema

Praticamente toda a semana estreia algum filme de terror nos cinemas. E a maioria é bem esquecível. A Semente do Mal , que chegou...

Streaming

Bridgerton é uma daquelas séries que eu separo sempre um dia para maratonar e embarcar totalmente na história. Não foi diferente com a Parte...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Muita gente deve se lembrar do filme Avassaladoras, com Giovanna Antonelli. Era uma comédia romântica lá de 2002, que fez muito sucesso nos cinemas...

Cinema

Desde menina adoro as canções de Sidney Magal. E mesmo hoje é impossível não querer sair dançando ao som de Sandra Rosa Madalena, Meu...

Cinema

A música Evidências é uma daquelas raras unanimidades. Mesmo que não goste do estilo dela, com certeza você cantarola de vez em quando, isso...

Cinema

O gênero suspense psicológico, que já rendeu tantos clássicos no cinema americano, não é muito popular entre os diretores brasileiros. Por isso foi uma...

Cinema

A data para o lançamento de Apaixonada no cinema é bem fácil de entender. O filme chega nessa 5ª nos cinemas, ou seja, na...

Premiações

 Saíram hoje (18) as indicações  para o BAFTA, também conhecido como o Oscar britânico. Como todos os anos, há várias semelhanças entre os indicados...

Cinema

É estranho pensar que já faz mais de 25 anos que aconteceu o acidente que matou os Mamonas Assassinas. E pensar que hoje em...

Cinema

A gente já viu um monte de filmes de Hollywood sobre sequestros de aviões. Alguns baseados em histórias reais, como emocionante e aterrador Voo...