fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Divertida Mente é um marco na história da Pixar

Lembro-me quando Up – Altas Aventuras me emocionou logo nas primeiras cenas. Divertida Mente vai pelo mesmo caminho. Não nas primeiras cenas, mas em determinados momentos tão bonitos, que lembram os grandes clássicos do estúdio como Toy Story, Monstros S.A., Wall-E e, é claro, Up. Divertida Mente estreia esta semana nos cinemas e deve levar multidões aos cinemas. Não sei se as crianças menores vão embarcar, mas adultos e as maiores vão com certeza se identificar com o tema.

A história parte da ideia da curiosidade que todos têm sobre o que se passa na cabeça de uma pessoa. Assim o filme imagina que há um centro de controle que se localiza dentro da mente de Riley, uma garota de 11 anos, que abriga cinco emoções que trabalham arduamente. Elas são lideradas pela otimista Alegria, cuja missão é garantir que Riley esteja sempre feliz(mesmo). O Medo cuida da segurança, o estourado Raiva garante que sempre haja justiça (mesmo) e a Nojinho evita que Riley seja envenenada — física e socialmente (sob o seu ponto de vista exagerado). A Tristeza não tem muita certeza sobre qual é o seu papel, e sinceramente, ninguém tem.

Quando a família de Riley se muda para uma nova cidade assustadora, as emoções entram em ação, ansiosas para ajudá-la na difícil transição. Mas quando a Alegria e a Tristeza são levadas por acidente para as profundezas da mente de Riley — levando com elas algumas de suas principais lembranças — o Medo, o Raiva e a Nojinho assumem, relutantemente, o comando.   A Alegria e a Tristeza precisam se aventurar em lugares desconhecidos —Memória de Longo Prazo, Terra da Imaginação, Pensamento Abstrato e Produções de Sonhos (parece complicado mas não é) — em um esforço desesperado para retornar ao centro de controle, e evitar que Riley faça algo que não deve.

Com certeza, o filme deverá ser um forte concorrente ao Oscar do ano que vem na categoria. Não só porque a história é intrigante e diferente como também há momentos de inovação na própria linguagem da animação. É claro que há alguns momentos que poderiam ter uma edição um pouco mais rápida, mas isso acaba sendo irrelevante diante do resultado final.

Eu assisti o desenho legendado. Pena que não há essa opção disponível nos cinemas. O trabalho de Amy Poehler como a voz de Alegria é provavelmente a melhor interpretação de sua carreira. Mas a Disney, que é dona da Pixar e está lançando o filme por aqui, contratou vários famosos para fazer a dublagem dos personagens: Miá Mello, Léo Jaime, Katiuscia Canoro, Otaviano Costa, Dani Calabresa e Sidney Magal (um caso de casting perfeito como o píloto brasileiro).

Uma coisa é certa. Divertida Mente é para ficar na história da animação. E não só da Pixar !

 

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

Filmes sobre adultos que tem que voltar para o colégio por alguma razão são sempre divertidos. 17 Outra vez, Sexta-feira muito louca, Billy Madison,...

Streaming

Você provavelmente já deve ter visto em alguma Sessão da Tarde da vida o filme romântico Te Amarei para Sempre. Ele é de 2009...

Moda

Os prêmios de música geralmente não primam pela elegância em seu tapete vermelho, rs. O objetivo é ser relevante, diferente, moderna, e lançar tendência....

Streaming

Quem me acompanha por aqui sabe que adoro musicais. Sempre que tenho a oportunidade também gosto de assisti-los no teatro, seja aqui ou no...

Séries

Ontem (12) foi aquela decapitação total entre as séries da CW. Mas também tem notícias boas, especialmente para aqueles que sentem falta de Supernatural....

Você também pode gostar de ler

Streaming

Talvez muita gente tenha ouvido falar pela primeira vez de Lucille Ball e Desi Arnaz ao assistir Apresentando os Ricardos. O filme, que está...

Streaming

A Pixar sempre traz animações diferenciadas, e com apelo para crianças e adultos. É o caso da minha favorita, Toy Story, Viva – A...

Streaming

Na noite de ontem, Encanto venceu o Globo de Ouro de melhor animação. Não era a minha favorita. Raya e o Último Dragão continua...

Cinema

À primeira vista, Ron Bugado parece mesmo um filme da Pixar/Disney. Bem, não deixa de ser. Quando a Disney adquiriu a Fox, logo fechou...

Cinema

Em 2013, Os Croods, animação da Dreamworks, foi um sucesso inesperado. Rendeu quase 600 milhões nos cinemas do mundo. Era muito divertido ao contar...

Cinema

Nos últimos anos, o cinema vem produzindo filmes que vem a ser momentos de redenção de grandes vilãs. Foi o caso de Harley Quinn,...

Cinema

Atualmente, Tom Holland parece determinado a fazer papéis adultos, que provem que é um ator que pode fazer qualquer tipo de papel.  É claro...

Cinema

Os desenhos da Disney/ Pixar sabem como nenhum outro se comunicar com adultos e crianças. Isso começa desde os curtas, em geral brilhantes e...