fbpx

Adeus, James Horner!

Muitas vezes, a maioria das pessoas nem presta muita atenção na trilha sonora de um filme. Ás vezes, ela é tão interligada com  ação, que parece uma coisa só. Só que garanto que se você ouvir uma trilha feita por James Horner, vai se lembrar que já viu algum filme “com aquela música”. Infelizmente, ele se foi, aos 61 anos, vítima de um acidente de avião ontem(22). Mas fica a lembrança de um trabalho inigualável, vencedor do Oscar por Titanic, que também se tornou a trilha instrumental de filme mais vendida de todos os tempos. Só que ele fez muito mais. Abaixo, selecionei algumas, talvez nem sejam as melhores, mas foram as que mais “mexeram” comigo e que ficaram para sempre nas minhas lembranças:

Titanic (1997)

Muita gente não gosta da música. É verdade que na época ela tocou até a exaustão. Mas, se você abrir seu coração(rs), ela é muito bonita. Com ela, James Horner ganhou também o Oscar de melhor canção, Celine Dion se transformou em estrela e o filme foi aquele enoooorme sucesso que todo o mundo sabe!

https://www.youtube.com/watch?v=8tuvz_9D7Ok

Fievel – Um Conto Americano (1986)

Talvez hoje a maioria não se lembre desse desenho, mas ele é tão bonitinho e a trilha é incrível .A canção principal, Somewhere out there, apesar de triste, é linda, tendo sido gravada na época por James Ingram e Linda Ronstadt.  Ela concorreu ao Oscar e ganhou o Grammy .

https://www.youtube.com/watch?v=wJTV-Tr-L7Q

Campo dos Sonhos (1989)

Adoro esse filme. E a trilha é uma daquelas que você quase não percebe. Só que quando a música toca, ela faz os  momentos tão mais emocionantes! Veja só essa cena clássica da conversa entre Ray Kinsella (Kevin Costner) e seu pai no filme. A música sobe e você já começa a chorar…

A Máscara do Zorro (1998)

Uma trilha vibrante para um filme de ação e aventura. A música casa perfeitamente com todas as cenas divertidas do filme. Mas uma é especial. Veja a cena abaixo onde Antonio Banderas e Catherine Zeta-Jones dançam no baile. Imperdível!

Lendas da Paixão (1994)

Grandiosa, emocionante,  a trilha de Lendas da Paixão era épica. Conseguia ser perfeita tanto nos momentos felizes (a primeira vez que você vê Brad Pitt. Nossa!) e ou nos tristes (as perdas dos irmãos). Belíssimo trabalho!

https://www.youtube.com/watch?v=jaxZeisCHv8

Tempo de glória (1989)

Para mim, o melhor trabalho do diretor, num dos melhores filmes de guerra já feitos. Veja como a  música é forte e vibrante, perfeita para uma cena final, que demonstra a determinação de um batalhão.

Ele tinha ainda muitos outros. Avatar, Uma Mente Brilhante, Apollo 13,  Aliens, Coração Valente,  todos indicados ao Oscar. Grande músico! Adeus James Horner!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *