fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A saga de Jason Bourne

No último domingo, eu revi os três filmes anteriores de Matt Damon como Jason Bourne: A Identidade Bourne (2002), A Supremacia Bourne (2004) e O Ultimato Bourne (2007). Apesar de obviamente bem dirigidos, nenhum deles consegue me empolgar, apesar de achar que A Identidade… ainda é o melhor de todos (é o único dirigido por Doug Liman). Acho que em vários momentos o diretor dos dois seguintes, Paul Greengrass, se alonga em determinadas cenas e “enrola” demais. Mas sei que sou uma voz solitária nesse caso. Os filmes foram grandes sucessos de bilheteria, a crítica em geral adora (falam até de sua influência nos últimos James Bond), e quando Matt Damon e Paul Greengrass desistiram de fazer uma nova aventura, chegaram até a começar uma outra franquia com O Legado Bourne, com Jeremy Renner, em 2012 (não assisti então não posso falar sobre ela).

Só que Damon e Greengrass voltaram atrás, uma possível segunda aventura com Jeremy Renner foi jogada pra frente, e chega hoje aos cinemas Jason Bourne, sem subtítulos, nem substantivos. Agora, Jason está escondido na Grécia, mas é contatado por Nicky Parsons (Julia Stiles), que descobriu algo sobre o seu passado ao hackear um servidor do governo. Isso chama a atenção da CIA, mais precisamente do diretor Robert Dewey (Tommy Lee Jones) e da especialista Heather Lee (Alicia Vikander), que passam a perseguir Bourne por várias cidades como Atenas, Berlin, Londres, Las Vegas (sempre me pergunto como esses personagens conseguem tanto dinheiro para viajar tão rapidamente pelo mundo inteiro…).

A primeira parte, até a saída de Bourne de Atenas, é perfeita, a ação é ininterrupta, com uma incrível perseguição pelas ruas da cidade – filmadas na verdade nas Ilhas Canárias – e a química entre Damon e Julia Stiles é incrível. Uma pena que essa química, assim como a atriz, tenha sido subaproveitada. A partir daí, o filme tem altos e baixos (figurativamente e literalmente). As participações de Tommy Lee Jones, de Alicia Vikander (ótima) e de Vincent Cassel como um assassino profissional, estão entre os destaques. A última parte, em Las Vegas, com uma perseguição na rua principal, a Strip, também é marcante. Segundo o estúdio, foi a primeira vez na história que ela foi fechada para a gravação de um filme.

Mas, com suas duas horas e três minutos, o filme tem uma boa “gordura” no meio, que poderia ter sido dispensada. Ainda assim, o filme é para mim, o melhor de todos os Bourne de Matt Damon. Ele, apesar de ter malhado bastante, e por isso mesmo colocar em evidência seu físico logo no início, demonstra o cansaço de alguém que está correndo por esse mundo há vários anos. E domina somente com o olhar a atenção do espectador, já que tem pouquíssimas falas durante todo o filme.

Se você é fã da saga de Bourne, vai com certeza amar o filme. Se nunca assistiu, não vai ficar perdido, mas poderá ver muitas perseguições, explosões, socos e pontapés, além de bons atores em cena. É mais do que a maioria dos filmes disponível por aí.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

Hoje é dia de rock, bebê! O cinema já fez várias biografias de grandes nomes do rock. E nesse dia internacional do rock, aqui...

Streaming

Glen Powell é o cara que está em todas. Só nesse ano, teve três filmes super comentados. Todos Menos Você, Assassino por Acaso e...

Cinema

Um de meus filmes favoritos de desastre (um gênero que gosto muito) é Twister, de 1996. Acho que tem um roteiro arrumadinho, que consegue...

Cinema

As comédias românticas encontraram uma casa – e um público fiel – no streaming . Por isso, é interessante – e uma bem-vinda surpresa ...

Cinema

Já começo avisando que Maxxxine é a parte final de uma trilogia. Apesar de ter sido filmado em ordem diferente, cronologicamente ele começa com Pearl(...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Eu adorei o filme francês Os Três Mosqueteiros : Dartagnan (crítica aqui).O filme fez um enorme sucesso na França (aqui está disponível no Telecine)....

Streaming

Eu adoro filmes de tribunal, mas ainda não consegui assistir  O Próprio Enterro, que estreou semana passada na Prime Video. Foi então que meu...

Streaming

Assisti a minissérie Liaison (Conexões) em dois dias – três episódios de cada vez- na Apple TV Plus. A primeira parte me deixou entusiasmada,...

Cinema

O cinema ama a história de Alexandre Dumas de Os 3 Mosqueteiros. Desde os tempos do cinema mudo, com Douglas Fairbanks, várias versões foram...

Streaming

Eu recebi a lista dos lançamentos da Apple TV Plus de fevereiro e separei aqui quatro coisas que fiquei bem curiosa para ver. Veja...

Streaming

Quem é fã de cinema, tem uma curiosidade constante sobre o que acontece por trás das câmeras. O relacionamento entre atores, com o diretor,...

Streaming

Vincent Cassel e Berenice Bejo estão arrasando no red carpet do Festival de Cannes 2022 promovendo suas novas produções. Mas hoje (25) está estreando...

Streaming

Adoro quando vejo que alguns atores seguem uma carreira surpreendente. É o caso de Dev Patel. Desde o  início, com personagens e produções tão...