fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A Possessão de Mary não assusta muito, mas…

A Possessão de Mary, que estreou hoje nos cinemas, não é o tipo de filme que você espera ver com Gary Oldman. Ainda mais depois de seu Oscar de O Destino de uma Nação, de 2017. Bem, na verdade, ele entrou  no projeto depois que Nicolas Cage saiu. E obviamente traz uma certa classe ao filme de terror. Que se não assusta muito, também não compromete.

Na história, David (Gary Oldman) é um homem do mar, que luta para melhorar a vida de sua família. Estranhamente atraído por um barco abandonado que está em leilão, David impulsivamente compra-o, acreditando que será o passaporte de sua família para a prosperidade. Entretanto, logo depois que eles embarcam em sua jornada inaugural, eventos estranhos e assustadores começam a aterrorizar David e sua família, fazendo com que se voltem um contra o outro e duvidem de sua própria sanidade.

O filme já começa com o fim, quando uma detetive  interroga Sarah, a mulher de David (vivida pela sempre ótima Emily Mortimer). Ela foi encontrada à deriva com as duas filhas, e a detetive está determinada a descobrir o que aconteceu. O depoimento de Sarah faz com que o filme volte ao início da história. Esta até começa bem, lembrando o conceito de Christine: o Carro Assassino (lembram?). E tinha até mais possibilidades já que quando o barco no meio do oceano é assombrado, não há para onde fugir. Mas acredito que o roteiro (dos mesmos que fizeram o ótimo Águas Rasas) é que acaba explicando demais, o que tira muito do suspense de toda a situação. Entretanto, A Possessão de Mary não é um filme ruim. Apenas não assusta como se propunha.

O elenco

No elenco, além de Gary e  Emily, o filme têm outras caras conhecidas. A detetive é Jennifer Esposito, veterana de várias séries como NCIS, The Affair, e recentemente, The Boys. A filha mais velha, Lindsey, é feita por Stefanie Scott, de Sobrenatural: A origem, Já a caçula Mary é vivida por Chloe Perrin , que trabalha na série de comédia de Leighton Meester, Single Parents. Como o tripulante Mike,  está Manuel Garcia-Rulfo, de Assassinato no Expresso do Oriente. Você também provavelmente vai reconhecer o namorado de Lindsey, Tommy. Ele é  Owen Teague, dos filmes de It: A Coisa e das séries Bloodline e Mrs. Fletcher.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Cinema

Já faz muito tempo que o Brasil tenta, tenta, e não chega lá entre os finalistas do Oscar. A última vez foi no século...

Streaming

Você deve lembrar que há alguns meses todo mundo estava falando sobre o caso de Lily James e Dominic West. os dois forma vistos...

Cinema

Wes Anderson tem um estilo todo especial. Tem pelo menos uma grande obra-prima, Ilha dos Cachorros (disponível no Star Plus) . Também tem outros...

Cinema

Muita coisa boa chegando no streaming e no cinema. Começando pelo cinema, eu já aviso que sou mega fã dos dois filmes dos Caça-Fantasmas...

Cinema

Tenho uma certa dificuldade de lidar com gente que fala demais. Daquele tipo que adora ouvir sua própria voz, sabe como é? Então para...

Cinema

Para mim, Downton Abbey é uma das melhores séries já feitas. É um novelão, com um refinamento inglês, e ainda um aspecto histórico interessantíssimo....

Cinema

Casas antigas com pessoas estranhas. Esse é um dos cenários mais clássicos de filmes de suspense/terror. E essa semana eu vi dois filmes que...

Cinema

Lembro bem quando estreou na Broadway Querido Evan Hansen. Foi um grande sucesso. Seu protagonista, na época o quase desconhecido Ben Platt, ganhou o...