fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A nova bomba de Amber Heard

Não, eu não estou falando de mais um capítulo do casamento escandaloso de Amber Heard com Johnny Depp. O problema agora foi o resultado de seu filme, London Fields, que estreou esse fim de semana nos Estados Unidos. Com uma renda de 160.000 dólares, ele acaba de se tornar a segunda pior abertura de história para filmes que tem grandes lançamentos nos cinemas.  A primeira foi um filme semi-desconhecido de 2008 chamado Proud American. O “grande” no caso, engloba todos os filmes lançados em mais de 600 salas – London Fields teve 613.

Nele, Amber é uma mulher fatal que se vê envolvida com três homens diferentes. Um é um rico poderoso do mercado financeiro (o sexy Theo James),  o outro é um pequeno crimininoso (Jim Sturgess), e o último, um escritor falido (Billy Bob Thornton). Só que todos a desejam demais, só que um deles irá matá-la.

Parece interessante, não? O filme é inclusive baseado num livro de sucesso, lançado no Brasil com o título Campos de Londres, escrito por Martin Amis. Mas, desde o início, ele teve um monte de problemas. Para se ter uma ideia, a produção começou em 2013, quando ela seria estrelada por Gemma Atherton, que depois foi substituída por Amber. Só que essa mudança foi um dos motivos de problemas. Os produtores processaram Amber em 2016 em 10 milhões de dólares por quebra de contrato, acusando a atriz de se recusar a fazer cenas de nudez para o filme apesar de ter lido o livro, e saber que esse tipo de cena seria necessária.

Além disso, ela também foi acusada de violar seu contrato por se recusar a comparecer na planejada pré-estreia do filme no Festival de Toronto de 2015. A disputa chegou a um acordo no mês passado possibilitando o lançamento de London Fields.

Pensa que é só isso? Não mesmo! Os produtores também foram processados. Só que pelo diretor do filme Matthew Cullen, que dirigiu alguns curtas de música com gente como Katy Perry e Adele. Matthew acusou os produtores de adulterarem seu corte final do filme. Eles contra-argumentaram que o diretor não entregou o filme na data prometida e ainda teria estourado o orçamento. Ainda acusaram de conspirar com Heard para interferir na versão dos produtores. De qualquer maneira, foi a versão de Matthew que acabou sendo lançada, só que a ação judicial ainda está correndo e só irá a julgamento no próximo mês de fevereiro.

Além disso, para Amber, o filme ainda traz outra lembrança que a essa altura não deve ser boa. Na época das filmagens, ela era a namorada de Johnny Depp. Então ele faz um pequeno papel no filme, para “dar uma força”. O amor pode ser lindo, mas às vezes termina mal. Desde então, Johnny e Amber se casaram e se separaram com escândalo. De qualquer maneira, a atriz apareceu  linda e maravilhosa num vestido Elie Saab na pré-estreia do filme em Los Angeles. Agora é tempo de virar a página e esperar por Aquaman, né, Amber?

Foto Rex/Shutterstock

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Gossip

Em 2016, Daniel Craig deu uma entrevista falando que não voltaria a ser James Bond de jeito algum. E eu citei alguns possíveis substitutos...

Cinema

O cinema de terror vem tendo cada vez mais visibilidade, mesmo em festivais e premiações. Em 2019, A Chorona, filme do gênero da Guatemala, ...

Cinema

James Wan é um especialista em terror. Ele dirigiu os dois Sobrenatural, e ainda criou todo o universo de Invocação do mal. O primeiro...

Cinema

Cidade de Mentiras pode ser visto como um filme maldito. Isso porque ele foi produzido em 2016. E ficou todo esse tempo engavetado. Há...

Séries

Eu descobri Sanditon tarde. Como não assino Globoplay, só conheci a série agora, quando entrou no Film and Arts. E como todas as histórias...

Séries

Eu adoro os romances de Jane Austen. Já li todos, e tento sempre ver as inúmeras produções, seja de filmes ou séries, que têm...

Cinema

Tom e Jerry estão entre aquelas lembranças boas da infância. A gente assistia aqueles desenhos das brigas dos dois, criados por William Hanna e...

Séries

Tenho visto vários comentários sobre a minissérie The Stand, baseada no livro de Stephen King, lançado aqui como A Dança da Morte. Alguns positivos...