fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A ironia e o caos de A Festa

Existe um estilo de filme, pouco popular, mas que eu adoro, chamado teatro filmado. É quase um gênero. Geralmente são produções baratas, restritas a um ou dois ambientes, mas que tem geralmente diálogos poderosos e interpretações acima da média. A Festa, que estreia amanhã (26) nos cinemas, é um desses casos. Não é um filme fácil – é preto e branco –  e tem diálogos irônicos, tão apropriados a uma comédia de humor negro inglesa. Ou seja, é uma comédia dramática diferente, com muito, muito diálogo. Se essa não é a sua praia, esqueça. Mas se for, tem aqui uma pequena joia !

Resultado de imagem para sally potter film the party

Para celebrar seu tão aguardado e importante cargo em um ministério – o que ela espera que seja um trampolim para a liderança do partido – , Janet (Kristin Scott Thomas), está dando uma festa para os amigos em sua casa em Londres. O seleto e íntimo evento inclui, além do marido acadêmico  de Janet, Bill (Timothy Spall), um  pequeno grupo formado por  April (Patricia Clarkson), a melhor amiga americana e amargamente cínica; seu improvável marido alemão, Gottfried (Bruno Ganz); o casal de mulheres Jinny  (Emily Mortimer) e Martha (Cherry Jones); e, finalmente, Tom (Cillian Murphy), o banqueiro em seu terno impecável, que chegou antes de sua mulher, Marianne.  Só que, inevitavelmente, antes que os canapés sejam servidos, o ambiente otimista vai desaparecer, já que os segredos obscuros começarão a ser revelados, trazendo os sentimentos mais inesperados em todos eles .

O filme é bem curto, tem pouco mais de 70 minutos, o que é algo extremamente positivo, já que os diálogos são fortes, e portanto o roteiro sendo assim tão objetivo, não se torna cansativo. Além do mais, o elenco está inspirado, num daqueles momentos de se ver de joelho, especialmente Kristin Scott Thomas e Patricia Clarkson. As duas são sempre ótimas, mas aqui estão especialmente inspiradas.

Resultado de imagem para sally potter film the party

A Festa ainda recebeu um prêmio especial no último festival de Berlim, o Guild Filme Prize, entregue para a diretora Sally Potter. Além disso, Patricia Clarkson também venceu o prêmio de coadjuvante no British Independent Film Awards. Nada mal para um filme rodado em estúdio durante apenas duas semanas, não é mesmo?

Resultado de imagem para sally potter film the party

A diretora e parte do elenco em Berlim

2 Comentários

2 Comments

  1. Sergio Pinto

    28 de julho de 2018 às 12:25 pm

    Por isso que eu amo este blog, sempre trazendo o melhor do cinema para nós. Não sei em que mídia havia visto algo sobre o filme, mas sabia que aqui encontraria os detalhes.

    • Eliane

      28 de julho de 2018 às 2:54 pm

      Obrigada, Sergio!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Streaming

Faz tempo que ouço falar sobre Abe. O filme, dirigido por Fernando Grostein , se passa em Nova York. E tem Noah Schnapp ,...

Cinema

A produção de O Último Duelo, que estreou nessa semana nos cinemas, é maravilhosa. Isso sempre é um destaque na filmografia de Ridley Scott....

Cinema

Em 2018, o filme Halloween deu um “refresh” na franquia de mais de 40 anos. Quebrou vários recordes, e fez muito dinheiro. Já deixou...

Cinema

Ridley Scott é quase sempre referência quando se fala em um espetáculo grandioso. Já foi indicado quatro vezes ao Oscar, uma delas por Gladiador....

Cinema

O feriado de Nossa Senhora de Aparecida me parece um bom dia para escrever a crítica do filme de Nossa Senhora de Fátima. Fátima:...

Cinema

Lembro que quando Venom  estreou em 2018, todo mundo esperava pelo pior. Mas o filme tinha um bom ritmo, e ainda os diálogos divertidos...

Streaming

Comédia romântica é um de meus gêneros preferidos. Sempre busco alguma perdida no streaming. E, por várias vezes, passei por Te quiero, Imbecil na...

Gossip

Em 2016, Daniel Craig deu uma entrevista falando que não voltaria a ser James Bond de jeito algum. E eu citei alguns possíveis substitutos...