fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A inesperada história de Vício Inerente, em cartaz nos cinemas

Gosto muito de histórias de detetives. Especialmente aquelas antigas, do tipo dos filmes estrelados por Humphrey Bogart nos anos 40. O detetive solitário, que persegue várias pistas e encontra diferentes tipos, alguns bem maus, outros nem tanto, em busca da verdade. Nesses filmes normalmente todo mundo têm algo a esconder e fuma muitos cigarros. Em Vício Inerente, que estreia este fim de semana nos cinemas, é mais ou menos assim. Só que a fumaça não é de cigarros comuns…

Quando a ex-namorada do detetive particular Doc Sportello (Joaquim Phoenix) aparece repentinamente com uma história sobre seu atual namorado bilionário (Eric Roberts), por quem por acaso está apaixonada, e um plano da esposa dele com o amante dela para sequestrar o ricaço e colocá-lo em um manicômio, ele promete "dar uma olhada por aí" entre um cigarro de maconha e outro. Só que quando ela desaparece, Doc começa a investigar e a cruzar com surfistas, traficantes, drogados e roqueiros, uma agiota assassina, detetives da LAPD, um saxofonista trabalhando disfarçado, além de uma entidade misteriosa conhecida como Golden Fang. Passado nos anos 70, a direção de Paul Thomas Anderson remete a uma época psicodélica onde tudo era permitido nesse "filme noir de surf", ao som de uma trilha incrível.

Não li o livro de Thomas Pynchon em que o livro é baseado. Mas ouvi várias pessoas comentarem que era uma daquelas histórias "infilmáveis". Outros vários odiaram o filme. Confesso que "embarquei" na história e dei várias risadas com a atuação de Joaquim Phoenix (nunca pensei que um dia fosse escrever isso! Rs!). Mas já aviso, tem várias cenas de consumo de drogas (das mais diversas).

No elenco cheio de astros, além de Joaquim (em papel que seria originalmente de Robert Downey Jr.), estão Josh Brolin, Owen Wilson, Katherine Waterston ( da série Boardwalk Empire), Reese Witherspoon (que trabalhou com Joaquim em Johnny e June), Benicio Del Toro, Martin Short e Jena Malone (de Jogos Vorazes – que tem uma cena ótima com Joaquim, onde conta como conheceu seu marido). Na foto abaixo, parte de elenco na pré-estreia do filme.

Vício Inerente concorreu a dois Oscars este ano: roteiro adaptado e figurino. Joaquim concorreu ao Globo de Ouro de melhor ator de comédia mas perdeu para Michael Keaton (Birdman). O filme ainda venceu o prêmio Robert Altman no Spirit, o Oscar do cinema independente. 

Vale conhecer, mas esteja preparado para adorar ou odiar!

 

 

2 Comentários

1 Comentário

  1. Liliane Coelho

    27 de março de 2015 às 11:29 pm

    O filme é muito louco! É total "ame ou odeio". Confesso que embarquei, me impresioonou o visual todo diferente, a trilha diferente, o excelente elenco, todos bem escalados (Inclusive o Josh Brolin, q foi indicado ao Critics Choice de ator coadjuvante, merecia ter sido lembrado pelo Oscar, alem como a direção de arte) e do retrato histórico da época dos estados unidos. É uma experiência interessante!

  2. Graciete silva

    30 de março de 2015 às 3:55 pm

    Gostei!!! O interessante e que sessão do filme tem uns que se racham de gargalhar e outros ficam num silêncio.
    Valeu o ingresso, claro que se fosse o Robert, eu terei saído mais feliz.
    Mas Joaquim deu conta do recado e o Johs está ótimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

Em 2020, uma semana antes de tudo fechar por causa da pandemia, Aprendiz de Espiã estreou nos cinemas. Não fez um enorme sucesso porque...

Streaming

Há várias boas séries de true crime com atores (não estou falando de documentários) disponíveis no streaming. Entre as melhores estão A Escada (MAX),...

Cinema

Eu acompanhei boa parte da batalha contra o câncer de Shannen Doherty. Ela faleceu no último dia 13, aos 53 anos, vítima da doença...

Streaming

Nesse dia 20 é celebrado o Dia do Amigo. E toda mulher sabe a importância da melhor amiga, não é mesmo? Então, fica a...

Streaming

A gente já ouve falar de A Mulher no Lago há algum tempo. A minissérie estreou ontem (17) na Apple TV Plus, com dois...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Mais de dois anos depois, a segunda parte de Duna chega aos cinemas nessa quinta. Duna : Parte 2 é mais grandioso, e tem...

Cinema

Quem já viu Hereditário (Netflix/HBO Max) e Midsommar: O Mal Não Espera a Noite (Globoplay), sabe que o diretor Ari Aster tem um estilo...

Streaming

Existe um subgênero no cinema americano que se chama “filme para a família”. Geralmente são aventuras, quase sempre estreladas por crianças, que tem um...

Streaming

Eu adoro séries misteriosas, daquele tipo que deixa você com mais perguntas do que respostas, rsrs. Do tipo Lost, Arquivo X, Fringe. Amo todas...

Cinema

Todos os anos a Temporada de Premiações escolhe suas “modinhas”. Alguns filmes que eu confesso que não entendo o que estão fazendo ali. Com...

Cinema

Houve um tempo em que Jennifer Lopez teve uma fase de comédias românticas. São dessa época Encontro de Amor (minha favorita), e O Casamento...

Cinema

Tanta coisa incrível chegando no cinema e no streaming essa semana! No cinema tem a estreia de Morte no Nilo, a nova versão do livro...

Cinema

Lá no início de dezembro, quando os prêmios dos críticos começaram a ser anunciados, muito gente falou de Joaquim Phoenix em Sempre em Frente....