fbpx

A história real – e incrível – de Ford vs Ferrari

De vez em quando, Hollywood se lembra das possibilidades de histórias ligadas ao universo do automobilismo. Lembro de Grand Prix (1966), As 24 Horas de Le Mans (1971), Alta Velocidade (2001) e mais recentemente o excelente Rush – No Limite da Emoção. Esse último, infelizmente, foi um grande fracasso de bilheteria, apesar de sua qualidade e a presença de Chris Hemsworth. Será que o público em geral não gosta de ver histórias reais sobre esses grandes corredores? Bem, de qualquer maneira, mais um está chegando aos cinemas, com expectativas de fazer parte da Temporada de Premiações. É Ford vs Ferrari, que estreia nessa quinta nos cinemas.

A história de Ford vs Ferrari

A história não é sobre Henry Ford e Enzo Ferrari. É sim sobre uma aventura real vivida pelo ex-corredor, e agora designer  de automóveis, Carroll Shelby (Damon) e pelo destemido piloto britânico Ken Miles (Bale). Juntos, eles lutaram contra o domínio corporativo, as leis da física e seus próprios demônios pessoais para construir um carro de corrida revolucionário para a Ford Motor Company. O objetivo? Assumir o controle das pistas e derrotar os carros dominantes de Enzo Ferrari, nas 24 Horas de Le Mans, na França em 1966.

Só que o que a sinopse não diz é que muito pior do que a luta nas pistas, era a luta nos bastidores. Afinal, além de ter que montar um carro vencedor, Shelby e Miles têm um inimigo muito pior, a mediocridade dos “homens de terno”, que julgam que o melhor modo de fazer a coisa é o deles. E está aí o conflito que move o filme. É a luta por um objetivo contra tudo e contra todos.

A crítica

Com isso, não importa se você não é fã de corridas. O filme tem belas cenas, sim, e todo o terceiro ato se passa durante a corrida de Le Mans. Mas mesmo assim, a história incrível – e verdadeira – desses dois homens é o que vai conquistar sua atenção. Confesso que, mesmo conhecendo um pouco sobre corridas, não havia ouvido falar sobre esse episódio tão especial. E como Ken Miles, com todos os seus cacoetes estranhos, Christian Bale, tem mais um de seus momentos superlativos. Eu o indicaria facilmente para um Oscar. Já Matt Damon tem lá seu charme fazendo o que sempre faz, o papel de Matt Damon.

O resto do elenco têm seus destaques. Como a esposa e o filho de Miles, Caitriona Balfe (Outlander) e Noah Jupe (com certeza o melhor ator infantil do cinema atualmente) nos emocionam em cada cena. Jon Berthal (como Lee Iacocca) faz bem um papel diferente  do que estamos acostumados a ver. Fiquei feliz de assitir Josh Lucas, um ator que gosto bastante, com um papel poderoso, mesmo que eu tenha ficado com raiva dele no filme. Mas, minha maior surpresa no filme foi com Tracy Letts (Homeland, The Sinner) como Henry Ford . Repare em sua atuação magnética, é impossível tirar os olhos dele  nas cenas.

Se você tem preconceito com filmes de corridas, releve. Dê uma chance para Ford vs Ferrari. A história vai valer a pena. E se você já é fã delas,  compre o seu ingresso, pois vai adorar essa aventura maluca, com o romantismo dos velhos tempos.

Fotos de divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *