fbpx

A decepção da segunda Invasão Zumbi

Lembro bem quando assisti o primeiro Invasão Zumbi. O cinema sul-coreano ainda não era reconhecido como é hoje. Fui assistir a cabine para a imprensa – que estava meio vazia – porque, como a maioria sabe, adoro histórias de zumbis. Foi uma ótima surpresa. O filme está entre os melhores – é provável que seja o melhor – do gênero. Com isso, é óbvio que eu estava mega curiosa para ver a sequência. Foram quatro anos esperando que ela chegasse aos cinemas. Invasão Zumbi 2: Península estreia hoje (26). Apesar de ter boas cenas, me decepcionou.

A história

Assim como na vida real, se passaram quatro anos desde que o apocalipse zumbi teve início na Coréia do Sul, exatamente quando pai e filha pegaram o trem para Busan. Aqui, na sequência, um militar está levando sua irmã e a família dela para um navio que está fugindo da Coréia. No caminho, ele inclusive deixa de prestar ajuda a uma outra família. Só que uma tragédia acontece. Quatro anos depois, o ex-militar, agora está vivendo em Hong Kong, com conexões no submundo. Ele é contratado para uma missão quase suicida. Deverá retornar para a terra devastada para recuperar um carregamento para um gângster. Só que durante a missão ele, surpreendentemente, cruza o caminho com vários sobreviventes, que podem complicar bastante o seu objetivo.

O início tem uma estrutura que lembra bem o primeiro filme. Só que o suspense é transportado para dentro do navio. É ótimo. O problema acontece quando chega o presente e o grupo que acompanha o ex-militar vai tentar recuperar o carregamento. O suspense se perde totalmente. Ao ampliar seu espaço, a tensão se dilui. O suspense torna-se comum, daqueles que a gente já viu um monte de vezes. Claro, ainda há cenas boas, todas envolvendo as hordas de zumbis. Gosto bastante dos momentos em que eles caem da ponte, ou ainda no túnel escuro. Mas, de resto, ele se perde tentando copiar várias outras histórias  – de filmes de George Romero até The Walking Dead.

Mas tudo fica pior quando o grupo descobre que há muito mais do que apenas zumbis no local. Aí ele vira um clone piorado de Mad Max, ou ainda com uma corrida de carros saída de algum Velozes e Furiosos. O zumbis parecem quase esquecidos. Isso sem contar os tempos das cenas. Com esses zumbis tão rápidos, como todo mundo arruma tempo para choro e emoção? Sinceramente, é melhor rever o primeiro, tá? Invasão Zumbi 1 está disponível na Netflix.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *